27/10/20 20:38
Atualizado em 28/10/20 às 8:32

Terracap: terrenos com entradas a partir de R$ 2 mil

São 122 lotes disponíveis, que cabem em todos os tipos de bolso, nos quatro cantos do DF

O edital de licitação de imóveis nº 12/2020 da Agência de Desenvolvimento Econômico do Distrito Federal (Terracap) está aberto. Há lotes com preços acessíveis, que cabem em todos os bolsos. Pequenos investidores podem iniciar ou ampliar o próprio negócio. Também tem terreno para quem quer construir a casa própria. Com pouco mais de R$ 2 mil é possível dar entrada em um terreno no Riacho Fundo II, por exemplo. E não precisa ser pessoa jurídica para participar do processo licitatório, pessoas físicas podem aproveitar a oportunidade. São 122 lotes disponíveis nos quatro cantos do DF.

Os interessados devem ficar atentos aos prazos: caução até dia 11 de novembro e licitação em 12 de novembro. As condições de pagamento são: 5% de caução, entrada (com abatimento da caução) e o restante em até 180 meses, a depender do imóvel escolhido. O edital, com a lista dos lotes disponíveis, está disponível para download.

Todo o procedimento licitatório pode ser feito via online, por meio portal da Agência. Já os clientes que tiverem interesse de entregar a proposta de compra e o comprovante da caução pessoalmente, ainda contam com a opção do drive-thru, no estacionamento do edifício-sede da Terracap.

Segundo o diretor de Comercialização da Terracap, Júlio César Reis, as pessoas costumam enxergar a Terracap como uma empresa distante, que vende imóveis somente para grandes investidores. “As nossas oportunidades se encaixam em todas as classes sociais. Nós vendemos imóveis para grandes investidores, mas temos imóveis para habitação que custam a partir de R$ 100 mil, assim como para comércio, indústria, serviços e atividades institucionais que podem viabilizar o empreendimento”, comenta.

Somente no Riacho Fundo II, são 21 terrenos, com entradas que variam de R$ 2,7 mil a R$ 12,8 mil, e áreas de 48 m² a 268 m². A destinação da dos terrenos é ampla e atende boa parte do setor produtivo local: indústria, comércio, serviços e institucional. Além disso, em alguns dos casos, é permitido, simultaneamente, o uso residencial no mesmo lote.

Terrenos com preços acessíveis também podem ser encontrados em Samambaia. Na região administrativa, são 22 lotes à venda, com entradas a partir de R$ 3,3 mil. Todas as oportunidades podem ser parceladas em 15 anos.

Há, também, projeções para o grande investidor. Destaque para as projeções em Águas Claras e no Noroeste, destinados para a construção de habitações coletivas.

Jardim Botânico

E quem procura um terreno para morar, não pode perder a licitação de novembro. A região do Jardim Botânico é uma das mais disputadas nos editais. Desta vez, são seis lotes, na Avenida das Paineiras, nas quadras 3, 5 e 7. As entradas são a partir de R$ 22 mil e os terrenos variam de 880 m² a 1,2 mil m².

O autônomo Cleson Souza foi um dos licitantes de outubro. Ele escolheu um lote unifamiliar, para construir a casa própria. “Quis participar da licitação na Terracap por ser uma empresa segura, confiável. “Além de serem lotes regularizados, para mim, é mais viável financeiramente participar da licitação, pelas condições que a empresa oferece”, disse, na oportunidade.

Outras oportunidades

Há, ainda, outros lotes em Brasília, Ceilândia, Gama, Guará, Núcleo Bandeirante, Taquari, Paranoá, Recanto das Emas, Planaltina, Santa Maria, São Sebastião, Sobradinho e Taguatinga.

Como participar da licitação?
Alguns cuidados são necessários para participar da licitação. Veja o passo a passo:

1. Leia atentamente o edital disponível ao site da Terracap;

2. Escolha o imóvel;

3. Preencha a proposta de compra – disponível no site da Terracap (https://comprasonline.terracap.df.gov.br/);

4. Recolha a caução, correspondente a 5% do valor do lote, que funciona como exigência para habilitação na licitação; atenção: O valor deve ser recolhido em uma agência do BRB, mediante depósito identificado, transferência eletrônica (TED) ou pagamento de boleto expedido no site da Terracap, necessariamente em nome do próprio  licitante ou pelo seu legítimo procurador até o dia 11 de novembro. A não apresentação da procuração implica em desclassificação automática do licitante. A licitação ocorrerá no dia subsequente, 12/11;

5. Entregue a proposta. Há duas opções de fazer isto: dirigir-se à Terracap e depositar o documento devidamente preenchido na urna da Comissão de Licitação, no drive-thru disposto no estacionamento, no dia 12 de novembro, entre 9 e 10h, ou optar pela proposta online, anexando o comprovante de pagamento de caução. Neste caso, a proposta também deve ser enviada eletronicamente no mesmo dia e horário;

6. É dever do licitante atentar para todas as cláusulas do edital, em especial a que se refere à possível incidência do pagamento de taxa de Outorga Onerosa de Alteração de Uso (Onalt) ou do Direito de Construir (Odir).

Para os licitantes preliminarmente classificados, a documentação exigida no edital deve ser entregue por meio da plataforma online, acessando-se o site www.terracap.df.gov.br, no menu Serviços, opção Requerimento Online, ou por meio do endereço eletrônico da Comissão de Licitação: copli@terracap.df.gov.br.

*Com informações da Terracap