2/2/21 15:55
Atualizado em 2/2/21 às 16:04

Escs forma 55 novos profissionais de enfermagem

Solenidade contou com a presença do secretário de Saúde, que ressaltou a importância da profissão escolhida pelos formandos

Os novos profissionais de enfermagem fizeram parte da nona turma do curso na Escs | Foto: Breno Esaki/Agência Saúde

A Escola Superior de Ciências da Saúde (Escs) realizou, na noite desta segunda-feira (1º), a solenidade de formatura de sua nona turma de enfermagem, composta por 55 estudantes. A instituição faz parte do complexo da Fundação de Ensino e Pesquisa em Ciências da Saúde (Fepecs), vinculada à Secretaria de Saúde (SES).

“Tivemos que nos readaptar e reinventar diante da nova situação [de pandemia]”, relatou a recém-formada Luiza Stheffane de Paiva Corá. “Hoje sabemos, na prática, da importância da ciência e do quanto uma equipe unida e alinhada faz a diferença na vida do paciente.”

Os formandos deram o nome da professora Elisângela Andrade Silva Motta à turma. Ela destacou a missão do curso de enfermagem da Escs: formar enfermeiros com excelência, para produção do cuidado, educação, pesquisa e promoção da saúde, em consonância com políticas públicas do setor. “Sigam as normas e as rotinas, mas lutem pelo que é ideal para seu paciente”, disse ela aos formandos. “Busquem soluções criativas, respeitando as diferenças, de forma ética e não excludente – em especial, na defesa do SUS”.

“Sigam as normas e as rotinas, mas lutem pelo que é ideal para seu paciente”Elisângela Andrade Silva Motta, professora homenageada

A oradora da turma, Lígia Maria Aguiar, representou os novos enfermeiros num discurso que reforça a importância da chegada dos novos profissionais ao sistema de saúde. “Essa trajetória nos ofereceu experiências singulares, que vão muito além do conhecimento técnico e científico; nos fez desenvolver maturidade e capacidade de fazer valer a importância da nossa profissão”, declarou.

Presente à cerimônia, o secretário de Saúde, Osnei Okumoto, ressaltou a importância do comprometimento dos novos profissionais e falou um pouco sobre a sua trajetória. “Aprendi a primar pela qualidade do serviço público, para que as pessoas pudessem receber uma saúde de qualidade e eficiente”, contou.

* Com informações da SES