2/3/21 18:29
Atualizado em 3/3/21 às 14:59

GDF reforça fiscalização nos canteiros de obras

Ação visa garantir o cumprimento dos protocolos de saúde pelas empresas contratadas durante a execução dos serviços

Cidade não pode parar, mas segurança e saúde continuam como prioridade em todas as obras | Foto: Paulo H. Carvalho/Agência Brasília

As empresas contratadas pela Secretaria de Obras e Infraestrutura para atuar em todo o Distrito Federal devem cumprir rigorosamente os protocolos de segurança durante o período de pandemia ocasionada pelo novo coronavírus. Para garantir a segurança de todos, a Secretaria de Obras (SODF) mantém uma intensa fiscalização sobre o setor.  As empresas que tiverem funcionários flagrados desrespeitando as normas serão penalizadas.

“Apesar de decretar o fechamento temporário de muitas atividades, o governo liberou o funcionamento de toda a cadeia da construção civil”, atenta o secretário de Obras, Luciano Carvalho. “Precisamos ter muita responsabilidade, uma vez que todas as providências adotadas se fazem necessárias para impedir que o sistema público de saúde da nossa capital colapse. Não podemos vacilar neste momento.”

Empresas orientadas

O subsecretário de Acompanhamento e Fiscalização de Obras, engenheiro Ricardo Terenzi, lembra que os fiscais designados pela SODF estarão atentos ao uso obrigatório de máscara e ao distanciamento social durante a execução dos serviços.

“Além disso, notificamos as empresas para que disponibilizem álcool gel 70% nos canteiros de obras, providenciem a limpeza, a cada duas horas, dos ambientes de uso comum (bebedouros, vestiários, refeitórios, relógios de ponto e equipamentos de trabalho) e incentivem, nos funcionários, a lavagem das mãos de hora em hora”, detalha.

Acompanhe, a seguir, o andamento das obras.

Setor Habitacional Vicente Pires

As obras de drenagem previstas nos atuais contratos em vigor estão concluídas. Encontram-se em execução serviços de pavimentação de trecho de 400 metros da Rua 12. Das 23 lagoas de detenção previstas no projeto, 16 estão concluídas e seis estão em fase final de execução.

Obra de Arte Especial nº 2 (Vicente Pires)

A construção da Obra de Arte Especial nº 2, ponte sobre o Córrego Samambaia que vai ligar a Rua 4 direto à Avenida da Misericórdia, tem previsão de ser concluída ainda no primeiro semestre deste ano. O monumento terá 82 metros de extensão e 13,8 metros de largura. Além da ponte, o contrato com a empresa estabelece a execução de 307 metros de drenagem e 380 metros de pavimentação asfáltica. A via será construída com sete metros de largura. O investimento é de R$ 2,3 milhões.

Rota de Segurança do Setor de Inflamáveis

R$ 10,1 milhões Orçamento do projeto da Rota de Segurança

Orçado em R$ 10,1 milhões, o projeto prevê a continuidade das vias já existentes (IN-1 e IN-2), seguindo paralelamente à via férrea até o Conjunto Lucio Costa, onde se incorporam à via marginal da Estrada Parque Taguatinga (EPTG). Cada uma das duas novas vias terá duas faixas de rolamento (mão dupla), com 7 metros de largura, calçadas e ciclovia, numa extensão total de 3,7 km. As obras de drenagem estão concluídas. No momento, a empresa contratada executa serviços de terraplanagem.

Setor Habitacional Bernardo Sayão

Retomadas em julho de 2019, após meses de paralisação, as obras de infraestrutura nos lotes 2 e 3 do Setor Habitacional Bernardo Sayão estão com mais de 50% dos serviços de drenagem e pavimentação concluídos. Até o momento, foram executados 52,52% dos 3,3km de drenagem e 52,38% dos 33km de pavimentação previstos para o Lote 2, o mais adiantado do Setor Habitacional. Já no Lote 3, 83% dos 3,6km de drenagem e 26,82% dos 34,6 km de pavimentação foram concluídos.

Túnel de Taguatinga

R$ 275 milhões Investimentos no túnel de Taguatinga

No momento, o Consórcio Novo Túnel, responsável pelas obras, trabalha na escavação das muretas-guias e na concretagem das paredes do túnel. O túnel terá 1.010 metros de extensão e vai contar com duas pistas paralelas, cada uma com três faixas de rolagem em cada sentido. O investimento é de R$ 275 milhões.

Viadutos da ESPM

As obras de construção de viaduto na Estrada Setor Policial Militar (ESPM), no trecho entre o Quartel do Comando Geral da Polícia Militar e o Terminal da Asa Sul (TAS), estão em andamento. No momento, os serviços se concentram na escavação do terreno onde serão construídos os pilares dos viadutos e as pistas exclusivas para o transporte público. O investimento será de R$7.667.020,57.

SRTVS

As obras estão em andamento e terão investimento de R$ 4,3 milhões para a readequação do sistema viário, melhorias do sistema de drenagem, pavimentação, paisagismo, sinalização vertical e horizontal, além de calçadas com ênfase na acessibilidade para privilegiar pedestres e pessoas com deficiência.

Drenagem da DF-290 (Santa Maria)

As obras de drenagem no Km 4 da DF-290, em Santa Maria, estão praticamente concluídas. Foram ampliadas a bacia de detenção existente, gabiões, o canal de entrada do túnel e o próprio túnel, pelo Novo Método Austríaco de Tunelamento (NATM). O investimento é de R$ 4,7 milhões.

W3 Sul

As obras seguem a todo vapor nas quadras 507 e 508 Sul. Nas demais, os trabalhos serão iniciados nos próximos dias. Em todas as quadras, serão executados os seguintes serviços: melhoria do sistema viário e no fluxo de pedestres, com acessibilidade; reforma dos estacionamentos; nivelamento das calçadas com piso tátil e rampas; arborização; paisagismo; reforma dos becos entre os blocos; pintura; sinalização horizontal; e troca da iluminação. No total, serão investidos R$ 14,3 milhões para a recuperação da W3 Sul.

*Com informações da SODF