24/3/21 18:25
Atualizado em 24/3/21 às 18:35

Cruzeiro passa a contar com primeiros papa-lixos da região

SLU vai instalar mais 98 equipamentos até o próximo mês, atendendo 20 regiões administrativas do DF

Contêineres semienterrados estão sendo instalados em vários pontos da cidade | Fotos: Divulgação/SLU
“A instalação desses equipamentos em áreas tombadas é uma forma de ajudar a preservar o conjunto urbanístico de Brasília, com espaços adequados para destinação de resíduos”Camila Lopes, coordenadora do Núcleo de Geoprocessamento do SLU

A população do Cruzeiro vai ganhar um reforço para garantir a limpeza da região. O Serviço de Limpeza Urbana (SLU) está instalando no local oito novos contêineres semienterrados, conhecidos como papa-lixos, que servem para receber os resíduos orgânicos e rejeitos dos moradores. Na tarde desta quarta-feira (24), foi finalizada a instalação do novo equipamento ao lado da Feira Permanente do Cruzeiro.

Cada papa-lixo tem capacidade de receber até cinco metros cúbicos de resíduos. A coleta é realizada diariamente. No Cruzeiro, assim como no Sudoeste/Octogonal e no Plano Piloto, a instalação dos papa-lixos foi autorizada pelo Instituto do Patrimônio Artístico Nacional (Iphan), já que se trata de áreas tombadas.

De acordo com a coordenadora do Núcleo de Geoprocessamento do SLU, Camila Lopes, a proposta é contribuir para a preservação desses espaços. “A instalação desses equipamentos em áreas tombadas é uma forma de ajudar a preservar o conjunto urbanístico de Brasília, com espaços adequados para destinação de resíduos”, explica.

Novos equipamentos

Neste primeiro semestre, o Governo do Distrito Federal (GDF) vai instalar 98 novos papa-lixos, atendendo 20 regiões administrativas – Cruzeiro, Itapoã, Sobradinho, Sudoeste/Octogonal, Lago Norte, Plano Piloto, Ceilândia, Taguatinga, Sol Nascente/Pôr do Sol, Brazlândia, Samambaia, Gama, Núcleo Bandeirante, Santa Maria, Recanto das Emas, Riacho Fundo II, Park Way, SCIA, Jardim Botânico e Arniqueira.

Atualmente, já se encontram em operação 102 equipamentos, e a previsão é que sejam instaladas mais 351 unidades até o final deste ano. A maior parte dos papa-lixos é instalada em regiões de difícil acesso para os caminhões de coleta, como forma de ampliar a oferta do serviço à população.

Além de facilitar o acesso à coleta, o papa-lixo também ajuda a sensibilizar as pessoas sobre a importância de manter a limpeza urbana. Para isso, o local onde o equipamento é instalado recebe um projeto urbanístico com paisagismo ao redor, com uma mensagem de limpeza, saúde e cuidado.

O administrador do Cruzeiro, Luiz Eduardo Gomes, acompanhou a instalação e teste do novo papa-lixo na região. “Eu acho que é um ganho na qualidade de vida do morador do Cruzeiro, na medida em que o lixo orgânico, se não for bem-armazenado, traz problemas, especialmente com a proliferação de doenças”, destacou. “É um equipamento fundamental para a saúde pública. Agradeço ao SLU e ao GDF por mais essa conquista”, disse.

*Com informações do SLU