5/4/21 21:08
Atualizado em 6/4/21 às 14:56

Colégios cívico-militares recebem 720 instrumentos musicais

Duzentos equipamentos já foram entregues nesta segunda-feira (5). Aulas serão dadas no contraturno escolar

Um dos critérios para participar das aulas de música será o desempenho escolar | Foto: Divulgação/SSP

Os instrumentos musicais destinados às dez escolas cívico-militares do Distrito Federal começaram a chegar. Nesta segunda-feira (5), o material foi recebido e aferido por representantes da Secretaria de Segurança, e do Corpo de Bombeiros (CBMDF). No retorno das aulas da rede pública de ensino, os instrumentos serão utilizados para aulas e formação de bandas musicais e orquestras nas unidades escolares.

“Do ponto de vista pedagógico, as atividades musicais são muito importantes e complementares ao processo de ensino. Além disso, serão ministradas no contraturno das aulas regulares, sendo uma opção para os alunos continuarem nas escolas para tranquilidade das famílias, principalmente para os pais que trabalham o dia todo”, explica o secretário de Segurança Púbica, delegado Júlio Danilo.

Duzentos instrumentos – entre peças e instrumentos de percussão – foram recebidos nesta segunda-feira (5). Ao todo, 720 instrumentos foram adquiridos. Na lista, estão equipamentos como flauta, clarineta, saxofone, trombone, tuba, lira, caixas de tarol e surdos, que deverão ser recebidos nos próximos dias.

O modelo de gestão compartilhada é destinado a estudantes do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental e do Ensino Médio

Um dos critérios para seleção dos alunos que poderão participar das aulas será o desempenho escolar, como afirma o secretário Executivo de Gestão Integrada, Alciomar Goersch. “Esta será uma forma de incentivá-los a ter boas notas, para que continuem a fazer parte do projeto”.

De acordo com o maestro auxiliar da banda do Corpo de Bombeiros, tenente Adilson Barbosa, o material recebido corresponde às especificações da compra. “Além disso, são de extrema qualidade”, conclui.

Mesmo com aulas on-line, militares da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) e CBMDF contribuem com as atividades escolares nas escolas cívico-militares. “Os militares contribuem com a rotina disciplinar e atividades administrativas, como entrega e recolhimento de material impresso para aquelas crianças que não têm internet”, explica o subsecretário de Gestão Compartilhada, da SSP/DF, coronel Alexandre Ferro.

“Um dos objetivos de nossa gestão é incentivar as vocações, nas mais diversas áreas, o que inclui o mundo das artes, do esporte, da ciência e tantos outros. Nesse sentido, é uma iniciativa importante para o processo educacional, além de ser uma atividade complementar com a qual os estudantes se identificam e gostam”, comenta o secretário de Educação Leandro Cruz

Gestão compartilhada
O modelo de gestão compartilhada é destinado a estudantes do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental e do Ensino Médio. A SSP/DF é responsável pela gestão disciplinar, com o emprego do efetivo da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) e do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) na coordenação de atividades extracurriculares e nas ações disciplinares voltadas à formação cívica, moral e ética do corpo discente, objetivando o bem-estar social. Já a SEEDF é responsável pela gestão administrativa e pedagógica das unidades escolares e pelo cumprimento do projeto político-pedagógico, conforme as leis de diretrizes educacionais.

O objetivo é proporcionar uma educação de qualidade aos estudantes da rede pública de ensino. As pastas de Segurança e Educação realizam ações conjuntas e constroem estratégias voltadas ao policiamento comunitário e ao enfrentamento da violência no ambiente escolar, promovendo uma cultura de paz.

Atualmente, mais de 16 mil alunos estão nas 10 unidades que adotaram o modelo. São elas:
Centro Educacional 03 de Sobradinho;
Centro Educacional 308 do Recanto das Emas;
Centro Educacional 01 da Estrutural;
Centro Educacional 07 da Ceilândia;
Centro Educacional Condomínio Estância III de Planaltina;
Centro Educacional 01 do Itapoã;
Centro de Ensino Fundamental 19 de Taguatinga;
Centro de Ensino Fundamental 01 do Núcleo Bandeirante;
Centro de Ensino Fundamental 407 de Samambaia e
Centro de Ensino Fundamental 01 do Riacho Fundo II

*Com informações da SSP