5/4/21 21:24
Atualizado em 5/4/21 às 21:25

GDF vistoria 52.667 estabelecimentos no feriado

Força-tarefa interditou 33 comércios, interrompeu quatro festas clandestinas e aplicou 99 multas por desobediência aos decretos restritivos

A força-tarefa criada pelo Governo do Distrito Federal (GDF) para fiscalizar as atividades comerciais e o cumprimento de normas visando o combate ao coronavírus não descansou no feriado da Semana Santa. Entre quinta-feira (1º) e domingo (4), foram 52.667 estabelecimentos comerciais vistoriados e 2.032 estabelecimentos comerciais abordados. A sexta-feira (2), por exemplo, foi o dia com mais vistorias, com a marca de 16.832, a maior de toda a semana (29/3 a 4/4). Os olhares atentos às denúncias e às redes sociais também fez com que o grupo fechasse quatro festas clandestinas que ocorreram em quatro cidades diferentes: Paranoá, Ceilândia, Brazlândia e Sobradinho.

16.832estabelecimentos comerciais vistoriados na sexta-feira (2)

Liderada pelo DF Legal e reforçada por vários e órgãos, a força-tarefa também vistoriou 1.864 quiosques e, destes, abordou 214. Durante o feriado foram lavradas 20 infrações de toque de recolher, duas notificações, duas infrações por uso irregular ou ausência de máscara, 79 infrações diversas e 33 interdições.

“As 16 equipes mantiveram a mesma rotina dos outros dias, mesmo se tratando de um feriado prolongado. Monitoramos nas redes sociais a realização de festas clandestinas, que ocorreram em quatro cidades e agimos com o rigor da lei. Cada um dos organizadores dessas festas será multado em R$ 20 mil, fora os valores que estão sendo levantados pela ausência do uso da máscara”, explica o secretário do DF Legal, Cristiano Mangueira. “No domingo, nos dedicamos a fiscalizar as feiras livres. Não adianta só intervir em eventos clandestinos e deixar as feiras de lado e não monitorá-las”, acrescenta Mangueira.

Se contada toda a semana, de 29 de março a 4 de abril, foram vistoriados 92.252 estabelecimentos, sendo que 3.848 foram abordados

Se contada toda a semana, de 29 de março a 4 de abril, foram vistoriados 92.252 estabelecimentos, sendo que 3.848 foram abordados. O número de ambulantes retirados chega a 547 no período. O de quiosques vistoriados soma 3.432 nos últimos sete dias, quando 309 foram abordados.

Além do DF Legal, compõem a força de trabalho os seguintes órgãos: Brasília Ambiental; Detran, Procon; DER; Vigilância Sanitária; polícias Civil e Militar; Corpo de Bombeiros; Defesa Civil; Conselho Tutelar; e secretarias de Mobilidade, Economia e Agricultura.

O secretário da DF Legal afirma que, no geral, os estabelecimentos comerciais têm obedecido às normas previstas no decreto de fiscalização. “A margem é de 97%. É louvável que o setor produtivo esteja atendendo os requisitos desta forma. Ainda assim, continuamos apelando à população e ao setor produtivo que continuem cumprindo as normas diante desse momento gravíssimo que a saúde do DF passa. Solicitamos que façam a sua parte. Do lado de cá, nossos fiscais estão trabalhando para preservar a vida de todos”, finaliza.

Veja os números da atuação no feriado da Semana Santa, entre quinta-feira (1º) e domingo (4):

52.667 estabelecimentos comerciais vistoriados

2.032 estabelecimentos comerciais abordados

411 ambulantes retirados

1.864 quiosques vistoriados

214 quiosques abordados

Autos lavrados:

2 notificações

20 infrações de toque de recolher

2 infrações (máscara)

79 infrações

33 interdições