13/4/21 20:16
Atualizado em 14/4/21 às 10:47

Terceira etapa da substituição de ramais de água começa nesta quarta

Já foram substituídas 1.469 instalações. O projeto prevê a substituição de 20.360 até fevereiro de 2022

A Caesb fará a recomposição de pavimentação asfáltica nos locais em que o serviço for realizado. E, no interior das residências, será feita a recomposição de calçadas, muretas e paredes| Foto: Cristiano Carvalho/Caesb

A Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) inicia, nesta quarta-feira (14), a terceira etapa do Plano de Manutenção Preventiva Programada de Substituição de Ramais. A ação vai ser realizada na QNP 11 de Ceilândia e terá duração aproximada de 30 dias. O objetivo geral da iniciativa é melhorar as redes e os ramais de distribuição de água (instalação que liga a rede geral de água da rua com a rede interna do imóvel) em todo o DF.

“Queremos combater as perdas de água ocorridas por vazamentos não visíveis ocasionados pelo envelhecimento da infraestrutura, fadiga do material, excesso de pressão no sistema e reincidência de rompimentos”Mauro Laerte, superintendente de Operação e Manutenção e Redes Oeste-Sul da Caesb

Nessa etapa, serão substituídos 214 ramais prediais de água. As equipes da Companhia vão fazer levantamento de dados, manutenção de redes de água, inspeções, substituições dos ramais e pesquisa de vazamentos. Será feita a recomposição de pavimentação asfáltica e, no interior das residências, recomposição de calçadas, muretas e paredes onde o serviço for realizado.

Ação preventiva

O superintendente de Operação e Manutenção de Redes Oeste-Sul da Caesb, Mauro Laerte, esclarece que o trabalho é uma ação preventiva sem ônus para os clientes. “A ação atende ao Plano Distrital de Saneamento Básico (PDSB). Além disso, queremos combater as perdas de água ocorridas por vazamentos não visíveis ocasionados pelo envelhecimento da infraestrutura, fadiga do material, excesso de pressão no sistema e reincidência de rompimentos”, explica Mauro.

Para a execução dos trabalhos, eventualmente, será necessário acessar a residência dos moradores. Para isso, os empregados da Caesb estarão uniformizados e portando crachá de identificação. Eles vão adotar as medidas de prevenção ao coronavírus, como o uso de máscaras e álcool em gel. Em caso de portão fechado, os empregados deixarão um aviso de comparecimento com as instruções de procedimento.

Até agora, já foram substituídos 1.469 ramais de água em todo o DF | Foto: Cristiano Carvalho/Caesb

De acordo com Mauro Laerte, para a execução dos trabalhos, será necessário, em alguns momentos, interditar ruas e vias, podendo gerar transtornos aos moradores. “A Caesb pede a compreensão de todos e se coloca à disposição por meio dos canais de atendimento. Nós sempre pedimos que os moradores tenham atenção ao transitar nas proximidades das obras, que respeitem as sinalizações de segurança e evitem deixar as crianças perto das obras. O nosso principal objetivo é garantir a segurança e a satisfação dos nossos clientes”, reforça o superintendente.

Plano de Manutenção Preventiva

O Plano de Manutenção Preventiva Programada de Substituição de Ramais teve início em novembro de 2020. Já foram contempladas as regiões do Gama, Jardim Botânico, Ceilândia e Samambaia. Até agora, foram substituídos 1.469 ramais de água. O projeto prevê a substituição de 20.360 até fevereiro de 2022, podendo chegar a aproximadamente 30 mil. O projeto integra as diretrizes do Plano Distrital de Saneamento Básico (PDSB).

Conheça o Plano Distrital de Saneamento Básico (PDSB)
https://www.caesb.df.gov.br/images/arquivos_pdf/plano-distrital-saneamento-basico.pdf

Mais informações poderão ser obtidas por meio da Central de Relacionamento com o Cliente – 115 e no escritório on-line, pelo site oficial da Companhia

 

*Com informações da Caesb