12/5/21 20:13
Atualizado em 12/5/21 às 21:30

Retomada a vacinação de gestantes e puérperas com comorbidades

De acordo com a Secretaria de Saúde, não será mais necessário agendamento; atendimento às mulheres desse grupo será realizado em pontos específicos

A partir desta quinta-feira (13), a Secretaria de Saúde retomará a vacinação das gestantes e puérperas com comorbidades no Distrito Federal. Para esse grupo, serão destinadas as vacinas CoronaVac/Butantan e Pfizer/BioNTech, que estarão disponíveis em 24 locais de vacinação, incluindo drive-thrus. Não será mais necessário o agendamento para vacinação dessas usuárias. Elas deverão comparecer em uma das unidades portando documento que comprove que fazem parte do grupo e relatório médico indicando a sua comorbidade.

Foto: Divulgação/Agência Saúde-DF
No Distrito Federal não houve registro de qualquer evento adverso grave pós-vacinação de gestantes e puérperas | Foto: Breno Esaki/Agência Saúde-DF

A alteração ocorre após a recomendação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) de suspender o uso da vacina AstraZeneca para a vacinação desse público. O Distrito Federal manteve suspensa a vacinação do grupo nesta semana (dias 11 e 12) para que houvesse tempo hábil de remanejamento das doses da Pfizer/BioNTech e CoronaVac/Butantan. Aquelas que estavam agendadas para esses dias poderão buscar as unidades específicas também a partir desta quinta-feira (13).

“Após a recomendação da Anvisa, o Ministério da Saúde orientou que os estados e o Distrito Federal suspendessem a vacinação das gestantes e puérperas com comorbidades apenas para a vacina da AstraZeneca, podendo dar continuidade ao processo de imunização com as vacinas dos outros fabricantes. Por esse motivo, a Secretaria de Saúde avaliou qual seria a melhor forma de atender a esse público evitando qualquer prejuízo”, explica o subsecretário de Vigilância à Saúde, Divino Valero.

Divino Valero destaca ainda que no Distrito Federal não houve registro de qualquer evento adverso grave pós-vacinação de gestantes e puérperas. De acordo com o Ministério da Saúde, as gestantes e puérperas que não possuem comorbidades não estão contempladas com a vacinação contra a covid-19. A imunização seguirá apenas para aquelas que apresentam comorbidades e possam comprovar por meio de documento médico.

*Com informações da Secretaria de Saúde