26/5/21 20:29
Atualizado em 26/5/21 às 21:59

Diretores de escolas públicas já estão concluindo vacinação

Na sexta-feira (28), terá início a imunização dos vice-diretores. Também já foram imunizados os profissionais de creches públicas

A vacinação dos profissionais da educação seguiu nesta quarta-feira (26), de forma tranquila e organizada. Estão sendo imunizados aqueles que atuam em creches públicas e privadas e também os diretores das escolas da rede pública. Mais uma vez, o secretário de Educação, Leandro Cruz, acompanhou o trabalho e conversou com aqueles que foram à UBS 1, do Guará, onde a vacinação está acontecendo.

Todos os profissionais das creches públicas já foram vacinados na UBS 1, do Guará | Foto: Álvaro Henrique/SEEDF
“Vamos dar início, na sexta-feira, à vacinação dos vice-diretores” Fábio Sousa, secretário executivo de Educação

“É uma vitória da Educação termos os nossos profissionais vacinados, um passo importante para um retorno seguro das atividades presenciais. Essa vitória estará completa quando todos os profissionais da rede pública e privada, do ensino básico ao superior, estiverem imunizados”, disse Leandro Cruz.

O secretário executivo de Educação, Fábio Sousa, comemorou o êxito do planejamento. “Essa semana estamos vacinando todas as creches conveniadas e da rede privada. Das creches públicas, todos os profissionais já foram vacinados. Também estamos concluindo [a vacinação] dos diretores das escolas públicas. Vamos dar início, na sexta-feira, à vacinação dos vice-diretores”, informou.

Miriam Cátia Correa Pio, diretora do CED 2, de Brazlândia, comemora a primeira dose da vacina | Foto: Álvaro Henrique/SEEDF

A diretora do Centro Educacional 2, de Brazlândia, Miriam Cátia Correa Pio, ficou emocionada ao receber a primeira dose da vacina. “Eu me sinto aliviada e vou ficar muito feliz após todos nós estarmos imunizados. Estamos trabalhando desde o início da pandemia sem parar. Nós, da equipe gestora, sempre estivemos firmes e fortes trabalhando pelos estudantes”, afirmou a diretora.

A visita à UBS foi acompanhada pelo coordenador da regional de ensino do Guará, Leandro Cardoso Andrade.

Vacinação por etapas

A vacinação dos profissionais da educação está ocorrendo em etapas, exclusivamente por convocação da unidade escolar.

Os critérios do chamado obedecem à regra crescente de idade do estudante — em primeiro lugar, educação infantil, seguida de ensino fundamental dos anos iniciais, ensino fundamental dos anos finais, ensino médio e, por fim, ensino superior.

Dentro dessa regra, a Secretaria formulou a diretriz de chamar primeiro as escolas das áreas de maior vulnerabilidade social e aquelas que atendem o maior número de estudantes.

A lista dos convocados pode ser acessada na página destinada ao acompanhamento da vacinação dos profissionais de educação.

Retorno presencial

Antes de seguir para a UBS 1, Leandro Cruz esteve no Centro de Ensino Médio 01, o GG – antigo Ginásio do Guará, para conferir as obras e benfeitorias que estão sendo realizadas. Quando as atividades presenciais retornarem, os estudantes vão encontrar uma escola renovada.

Por meio do contrato de manutenção da Secretaria, foi colocada cobertura metálica na piscina, com nova iluminação, e foram reformados a rede elétrica e o piso.

O CEM 01, do Guará, está sendo renovado para o retorno das atividades presenciais | Foto: Álvaro Henrique/SEEDF

“Uma escola com boa infraestrutura reflete de forma muito positiva no desempenho escolar. Nossos professores, a equipe gestora e todos os profissionais que atuam na escola também têm um ganho significativo, com melhores condições de trabalho”, pontuou a diretora Cynara Martins de Sousa.

Secretaria de Educação reformou a piscina do CEM 01, do Guará | Foto: Álvaro Henrique/SEEDF

Desde 2020, a escola recebeu da Secretaria Educação recursos de R$ 212 mil do Programa de Descentralização Administrativa e Financeira (Pdaf). Também do Pdaf, via emendas parlamentares, foram mais R$ 320 mil.

A agenda na escola também foi acompanhada pelo secretário executivo, pelo coordenador regional e, também, pelo deputado distrital Rodrigo Delmasso.

* Com informações da Secretaria de Educação