31/5/21 19:01
Atualizado em 31/5/21 às 21:00

DER/DF encerra Maio Amarelo com 20 mil atendimentos

Durante todo o mês de campanha, milhares de pessoas receberam, direta e indiretamente, orientações sobre segurança no trânsito

A equipe da Diretoria de Educação de Trânsito do Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER/DF) promoveu cerca de 20 mil abordagens diretas neste mês, durante as ações voltadas para o Movimento Maio Amarelo. Além destas, as pessoas foram alcançadas pela mensagem Respeito e Responsabilidade: pratique no trânsito, por meio das parcerias com estabelecimentos como shoppings, autoescolas, concessionárias, padarias, outdoors e front lights espalhados pelas rodovias.

As atividades voltadas para a edição 2021 do Maio Amarelo foram iniciadas com uma blitz educativa no km 7 da Estrada Parque Taguatinga (DF-085), seguida por uma palestra na empresa de cimento Ciplan, na Fercal (DF-205), onde os funcionários debateram sobre itens de segurança dos caminhões e a observância aos pesos e dimensões dos veículos, entre outros assuntos.

Foto: Divulgação/DER-DF
Órgão organizou pontos de educação no trânsito em várias ocasiões em diferentes vias durante o ‘Maio Amarelo’ | Fotos: Divulgação/DER-DF

Na mesma semana uma blitz educativa foi realizada no km 0 da DF-130, depois na Estrada Parque Indústria e Abastecimento (DF-003), no trecho em frente ao Parque Nacional de Brasília (Água Mineral) e após, no sábado (8), a equipe esteve no Polo de Plantas do Paranoá, onde, além das ações educativas de praxe, flores foram distribuídas em homenagem ao Dia das Mães.

A continuação das atividades ocorreu na terça-feira (11), com uma blitz educativa no km 4 da Estrada Parque Núcleo Bandeirante (DF-075). No dia seguinte, a campanha teve como público-alvo os motociclistas que trafegavam pelo Pistão Sul, na Estrada Parque Contorno (DF-001), e, na quinta-feira (13), as ações tiveram sequência no Km 4 da DF-180. Na sexta-feira (14), o dia foi separado para elas, com a segunda edição do curso de mecânica básica para mulheres, promovido na sede do DER, das 8h às 18h, com aulas teórica e prática. No domingo (16), as atividades foram para os ciclistas no Eixão do Lazer (DF-002). Foram distribuídos mil kits, com colete refletivo, garrafa, guia do ciclista e adesivos do Maio Amarelo, entre outros itens.

Já na penúltima semana de ações, foi realizada uma blitz educativa no km 2 da DF-140, e dois dias foram destacados para atender a servidores do órgão, com informações sobre trânsito pela equipe da Educação de Trânsito e com atendimento na tenda da saúde, onde foram oferecidos os serviços de aferição da pressão e também de glicemia.

Foto: Divulgação/DER-DF
Filhos de servidores participaram das atividades do Maio Amarelo’ |

Ação para pedestres

A campanha que abriu o calendário de ações do Maio Amarelo na 4ª semana ocorreu na terça-feira (25), com uma ação de conscientização de pedestres, na Estrada Parque Contorno (DF-001), no trecho do Pistão Sul, em frente ao Taguatinga Shopping. O dia 26 (quarta-feira) foi de diversão e aprendizado para os filhos de servidores que participaram da segunda edição do dia de formação de Agentes de Trânsito Mirins. O evento contou com 19 crianças e ocorreu na minicidade da Escola Vivencial de Trânsito do DER, localizada no Parque Rodoviário, em Sobradinho. O objetivo foi mostrar para as crianças as noções de segurança no trânsito com a ideia de que elas possam repassar o que aprenderam para o maior número de pessoas.

Doação de sangue

A última sexta-feira (28) foi marcada pela doação de sangue na Fundação Hemocentro de Brasília (FHB). Este já é o sexto ano da parceria solidária entre os órgãos. A ação contou com a participação de 25 servidores/colaboradores, além do secretário de Transporte e Mobilidade do DF, Valter Casimiro.

Para a assessora da Coordenação de Tecnologia da Informação do DER, Ana Lúcia Vieira, 27 anos, a doação é um ato de muita relevância por ajudar a salvar vidas. “Doar sangue é um ato de amor ao próximo. É uma atitude voluntária que ajuda a salvar aqueles que precisam. Devemos pensar sempre no próximo. Por isso resolvi doar”, disse Ana. Todos os doadores receberam um kit representativo do Maio Amarelo.

“As ações no Maio Amarelo atingiram todos os modais do trânsito. A sociedade participou com entusiasmo de todas as atividades. É de grande valia o envolvimento de todos, cada um fazendo a sua parte e contribuindo para um trânsito mais humano e harmônico”Fauzi Nacfur Júnior, diretor-geral do DER/DF

A presidente da Fundação Hemocentro de Brasília, Bárbara Simões, destacou a importância da doação de sangue. Para ela, a parceria ajuda a aumentar a estocagem dos tipos sanguíneos que estão em baixa. “A mobilização do DER acontece em um momento em que os estoques do Hemocentro caíram a níveis críticos e baixos em todos os tipos sanguíneos, devido à diminuição no movimento de doadores no mesmo período em que as cirurgias eletivas foram retomadas e novos hospitais de campanha entraram em operação. É ainda mais simbólico que os servidores do DER se mobilizem para doar sangue durante o Maio Amarelo, quando se reforça a importância do respeito à vida no trânsito. É como um ponto de encontro entre duas instituições que buscam preservar vidas”, disse.

O evento que marcou a última semana das atividades por parte da autarquia em 2021 ocorreu no último sábado (29), no Shopping DF Plaza, em uma parceria com a Polícia Rodoviária Federal. Nesta ação, cães treinados pela polícia fizeram uma apresentação e também houve exibição dos equipamentos utilizados pelos dois órgãos e a distribuição de kits educativos. “As ações no Maio Amarelo atingiram todos os modais do trânsito. A sociedade participou com entusiasmo de todas as atividades. É de grande valia o envolvimento de todos, cada um fazendo a sua parte e contribuindo para um trânsito mais humano e harmônico”, afirmou o diretor-geral do DER/DF, Fauzi Nacfur Júnior.

Painéis pelas rodovias e monumentos

Também foram instalados dez painéis front lights (com luz de fundo) e front leds (luz frontal) nas principais rodovias do DF. E como ocorre desde a edição de 2015 do Maio Amarelo, por iniciativa do DER/DF, os principais monumentos de Brasília são iluminados em referência à campanha. Desde o primeiro dia do mês, o prédio do Supremo Tribunal Federal (STF); os palácios do Buriti, do Itamaraty e do Planalto; além do Museu Nacional, a Catedral, o Monumento JK e a Ponte JK estavam em tom amarelado e permaneceram assim durante esses 31 dias.

Doação de alimentos

Como mais um desdobramento do Maio Amarelo, o órgão iniciou uma campanha de doação de alimentos com a participação de servidores e colaboradores. A ação vai ajudar 15 famílias das crianças que estudam na Escola Classe Aguilhada, em São Sebastião. A coleta de alimentos prossegue até o dia 10 de junho, tanto na sede do Departamento, quanto nos distritos rodoviários, localizados em Planaltina, Sobradinho, Samambaia, Paranoá e Brazlândia.

A iniciativa conta com a parceria do projeto Pedalando para a Escola, que também faz um trabalho de doação de bicicletas para que crianças carentes possam se dirigir até o estabelecimento de ensino.

 

*Com informações do DER/DF