24/6/21 8:25
Atualizado em 24/6/21 às 8:25

Terracap lança primeira licitação do Drenar DF

Projeto vai construir ampla rede de drenagem pluvial complementar ao sistema atual para resolver problema de enxurradas e alagamentos no Plano Piloto

Para resolver o problema histórico de alagamentos e enxurradas no Plano Piloto de Brasília causados pelos períodos críticos de chuvas, o GDF vai construir uma ampla rede de drenagem pluvial complementar ao sistema já existente. A Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap) iniciará a primeira etapa do Projeto Drenar DF pela Asa Norte, atendendo à área mais problemática da região, chamada de Faixa 1/2, principalmente nas quadras com final 2. Dessa forma, publicou nesta quinta-feira (24), no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF), licitação para contratar empresas que executem as obras de engenharia – divididas em cinco lotes – para a implantação da infraestrutura de drenagem na região.

O edital da licitação também pode ser acessado no portal da Agência, na seção “Licitações Compras/Serviços”.

A solução prevê nova tubulação que começará nas imediações do Estádio Nacional Mané Garrincha e descerá à via L4 Norte e, depois, ao Lago Paranoá. Passará paralela às quadras 902 (perto do Colégio Militar), 702, 302, 102, 202 e 402, cruzando com o Eixo Rodoviário Norte (Eixão), além da via L2 Norte até chegar à L4 Norte, próximo ao Setor de Embaixadas Norte.

São 7,68 km de túneis. O projeto foi aprovado na Novacap com obras de escavação e estruturação da nova rede subterrânea – entre 12 m e 15 m de profundidade - com danos mínimos ao trânsito e à fluidez do dia a dia da população

“A drenagem do Plano Piloto foi projetada e executada quando nasceu a cidade. Sessenta anos depois temos outra situação, alterações diversas que exigem uma nova rede de captação de águas pluviais. Um projeto moderno, contemplando toda a região, trará conforto e segurança para transitar em época de chuvas a essa população que tanto já sofreu com inundações”, explica o presidente da Terracap, Izidio Santos Junior.

Ao todo, são 7,68 km de túneis. O projeto foi aprovado na Novacap com obras de escavação e estruturação da nova rede subterrânea – entre 12 m e 15 m de profundidade – com danos mínimos ao trânsito e à fluidez do dia a dia da população.

E, para receber as águas das chuvas da Faixa 1 e 2 Norte, ao fim do percurso, será construído um reservatório de qualificação de água pluvial. Implantado em uma área de 36 mil m², dentro do Parque Urbano Internacional da Paz, o reservatório funcionará como uma lagoa e terá volume útil de 70 mil m³ de água, podendo chegar ao volume máximo de armazenamento de 96 mil m³.

“A lagoa será de quantidade e qualidade, responsável por decantar as impurezas, permitindo a retenção da sujeira carregada pelas águas da chuva, objetivando a melhoria da qualidade da água lançada no Lago Paranoá”, explica o diretor técnico da Terracap, Hamilton Lourenço Filho.

Serviço:

Mais informações podem ser obtidas por meio do call center da Terracap, no número (61) 3342-1103, ou via chat on-line, disponível no portal da Agência. O atendimento é de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h.