25/6/21 16:16
Atualizado em 25/6/21 às 16:26

Viaduto da Samdu será interditado para obras do túnel de Taguatinga

Novo desvio de trânsito está previsto para entrar em funcionamento no dia 1º de julho

Com o avanço dos serviços no Túnel de Taguatinga, uma nova interdição no trânsito no centro da cidade se faz necessária e vai impactar os veículos que trafegam pela Avenida Samdu. Este novo desvio está previsto para entrar em funcionamento no dia 1º de julho.

Após a interdição do viaduto, aqueles que desejarem seguir para a Avenida Elmo Serejo deverão passar pela via marginal do Centro e pelo novo acesso construído.

Confira no vídeo abaixo as alternativas de acesso à região central de Taguatinga

Já quem faz o sentido contrário, para a EPTG, passará por um desvio e seguirá pela pista de acesso à Avenida das Palmeiras. Para atravessar da Samdu Sul para a Samdu Norte, será preciso passar pela pista ao lado da Feira dos Importados, cruzar a Elmo Serejo, e seguir pela alça do viaduto.

“A interdição do viaduto da Samdu se faz necessária em virtude da necessidade do rebaixamento de 2 metros na altura da obra de arte especial. Ainda não há previsão de quando a via será liberada novamente para o trânsito de veículos”Luciano Carvalho, secretário de Obras

O efetivo do Detran está escalado para o controle e orientação dos usuários de forma ininterrupta, para minimizar os transtornos para população.

Avenida comercial

Desde o dia 26 de abril, o cruzamento das avenidas Comercial e Central está interditado. Assim, quem precisa seguir em direção à Comercial Sul precisa passar pela Avenida das Palmeiras e acessar a via entre o viaduto do centro e o comércio da C1, onde fica a agência dos Correios. Logo depois, os motoristas deverão cruzar a parte de cima do viaduto por um novo trecho de pista construído. Assim, o lado sul da cidade será acessado pela avenida paralela ao Centro.

“A interdição do viaduto da Samdu se faz necessária em virtude da necessidade do rebaixamento de 2 metros na altura da obra de arte especial. Ainda não há previsão de quando a via será liberada novamente para o trânsito de veículos”, explica o secretário de obras, Luciano Carvalho. 

“É importante que a população se atente à ampla divulgação de como funcionará o fluxo de veículos na região. São medidas paliativas, mas que trarão mudanças significativas no futuro”, esclarece Ricardo Terenzi, subsecretário de acompanhamento e fiscalização de obras do DF. Terenzi reforça que os desvios em funcionamento no momento irão continuar normalmente.

Construção do túnel

Além das paredes diafragma, previstas para serem concluídas em até três meses, o consórcio de empresas deve iniciar nos próximos dias a laje do túnel.

“Queremos aproveitar o período de seca que se inicia para adiantar ao máximo os serviços que envolvem a concretagem. Com isso, já será possível iniciar a escavação em si”, explicou o engenheiro Rodrigo Magalhães, responsável técnico do consórcio Novo Túnel. Atualmente, 32% dos serviços do Túnel foram concluídos.

* Com informações da Secretaria de Obras