16/8/21 19:04
Atualizado em 16/8/21 às 19:51

Vacinação de jovens de 18 e 19 anos começa ao meio-dia nesta terça (17)

Governo disponibiliza 98,5 mil unidades para esse público. Segunda dose da AstraZeneca será antecipada em 13 dias

Começa, ao meio-dia desta terça-feira (17), a vacinação contra covid-19 para a população de 18 e 19 anos em 68 postos do Distrito Federal. O horário foi definido para que a Secretaria de Saúde possa preparar as doses da Pfizer para a devida aplicação. Para quem for receber a segunda dose, porém, o atendimento será feito normalmente a partir das 8h em unidades básicas de saúde e a partir das 9h nos postos drive-thrus.

O DF tem 47% dos jovens de 20 a 24 anos imunizados com a primeira dose e 52% entre as pessoas de 25 a 29 anos | Fotos: Acácio Pinheiro / Agência Brasília

Em coletiva de imprensa na tarde desta segunda-feira (16) no Palácio do Buriti, os secretários de Saúde, Osnei Okumoto, e da Casa Civil, Gustavo Rocha, explicaram que a vacina da Pfizer deve ser armazenada em temperatura ultrafria mas, antes de ser aplicada, deve ser diluída em um diluente específico, que só vai chegar ao DF na noite desta segunda-feira (16).

De acordo com os gestores, o DF tem uma população de cerca de 100 mil pessoas com 18 e 19 anos e 3% delas já foram vacinadas por terem alguma comorbidade ou por fazerem parte de alguma categoria profissional. Assim, 98.500 doses estão destinadas para este público.

Após a imunização desta faixa etária, começará a aplicação de doses na população menor de 17 anos sem comorbidades, o que será definido de acordo com a chegada da informação de quantas doses o DF vai receber nos próximos dias do governo federal. Até agora, foram disponibilizadas 15 mil vagas para adolescentes com comorbidades, 8.900 pessoas se cadastraram e 7.151 agendaram dia e horário para ser vacinado.

Segunda dose adiantada

Durante a conversa com os jornalistas, os secretários também anunciaram que, a partir de quinta-feira (19), as pessoas que tomaram a primeira dose da AstraZeneca e deveriam tomar a segunda dose até o dia 31 de agosto devem procurar um posto de vacinação para  antecipar a imunização. Segundo Gustavo Rocha, isso será feito sempre que houver doses suficientes no estoque da Secretaria de Saúde. “Mas a antecipação só vale para a AstraZeneca. Com a Pfizer ainda não está sendo possível”, ressaltou o secretário.

Gustavo Rocha destacou que a procura dos jovens pela imunização é um dos responsáveis pelo sucesso da vacinação no DF. Na semana passada, a Secretaria de Saúde aplicou 355.923 doses, o que fez o DF subir para terceiro lugar no ranking nacional de vacinação. “É um terceiro lugar com gosto de primeiro, porque São Paulo recebeu doses a mais e o Rio Grande do Sul usou segunda dose como primeira, o que não fizemos”, disse.

Segundo ele, o DF tem 47% dos jovens de 20 a 24 anos imunizados com a primeira dose e 52% entre as pessoas de 25 a 29 anos.

Variante Delta

Osnei Okumoto disse que as ocorrências da variante Delta no DF continuam sendo monitoradas. Atualmente, há 87 casos confirmados ou em investigação, dos quais 74 evoluíram para a cura. Segundo o secretário de Saúde, não há interferência dos casos da Delta na ocupação dos leitos de UTI no DF e as infecções pela variante Gama ainda aparecem em maior quantidade.

Ele também afirmou que a Secretaria de Saúde aprovou a doação de 3 mil testes rápidos antígenos para serem usados nos pacientes que chegarem com sintomas de covid-19 às Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) no DF. “Ele deve ser feito em pacientes sintomáticos e em meia hora no máximo ele está pronto”, garantiu.

Galeria de Fotos

Coletiva sobre as ações do GDF no combate à covid-19