18/8/21 17:38
Atualizado em 18/8/21 às 17:38

Lançada licitação para pavimentação da VC-361, no Gama

Obra vai beneficiar cerca de 60 mil motoristas que transitam diariamente pelo trecho de ligação entre o Campus da UnB e a Penitenciária Feminina

O Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER-DF) publicou no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) desta quarta-feira (18) o aviso de licitação da concorrência nº007/2021, que definirá a empresa realizadora da pavimentação da VC-361, localizada entre a DF 480 e a DF 483, na região do Gama. A abertura do processo está marcada para as 10h do dia 21 de setembro.

A pavimentação do trecho de 3 km deverá estar concluída em sete meses, considerando trâmites de licitação e execução da obra | Arte: DER-DF

A obra beneficia cerca de 60 mil motoristas que trafegam diariamente pelo trecho de cerca 3 km, ligando o Campus do Gama da Universidade de Brasília (UnB) à Penitenciária Feminina do DF, popularmente chamada de Colmeia. Além disso, vai gerar aproximadamente 100 empregos e terá o investimento estimado em R$ 5.988.585,46.

5,9 milhõesé o investimento estimado da obra

Após a entrega dos envelopes com as propostas das empresas participantes, os documentos serão analisados pela Comissão Julgadora Permanente (CJP) e posteriormente haverá a divulgação das companhias habilitadas para participarem da concorrência, seguidas pela escolha da empresa vencedora do certame.

A etapa final será a assinatura do contrato e, na sequência, a assinatura da ordem de serviço para início imediato dos trabalhos. Todo esse trâmite leva aproximadamente 60 dias. Iniciados os serviços, a previsão de execução da obra é de 150 dias, incluindo terraplenagem, drenagem, pavimentação, sinalização horizontal e vertical e implantação de meios-fios.

“Esta obra vai proporcionar mais comodidade, conforto e segurança para os milhares de motoristas que trafegam por esse trecho, especialmente quem estuda ou trabalha nas proximidades”, garante o diretor-geral do DER, Fauzi Nacfur Júnior.

O comerciante do ramo alimentício Elias Cantareli, de 47 anos, comemora a proximidade da realização da obra que, para ele, otimizará seu trabalho. “O asfalto vai melhorar a minha vida, porque vou poder entregar meus produtos com mais rapidez, sem me preocupar com lama ou poeira”, prevê o morador do Gama.

*Com informações do Departamento de Estradas de Rodagem do DF