2/9/21 18:06
Atualizado em 2/9/21 às 18:06

Criança Feliz Brasiliense ganha mais espaço no Gama

Salas, localizadas no complexo que abriga os centros de referência, vão servir de apoio para as equipes que atuam no programa

A exemplo da Fercal, o Gama acaba de receber espaço de apoio destinado aos visitadores do Criança Feliz Brasiliense da região. São duas salas lúdicas, com banheiros, suporte de mesas, cadeiras e material de escritório, onde as equipes vão planejar ações, produzir relatórios e definir estratégias a serem adotadas nas visitas domiciliares às famílias atendidas pelo programa.

A reforma das estruturas contou com o apoio da Administração Regional do Gama, que fez a pintura do local, a renovação do telhado e reparos do banheiro e da instalação elétrica | Fotos: Renato Raphael/Sedes-DF

Inaugurado na manhã desta quinta-feira (2), o Espaço Primeira Infância no Suas (Sistema Único de Assistência Social) fica no complexo que abriga os centros de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) e de Referência da Assistência Social (Cras), na Área Especial 11/13, do Setor Central do Gama.

“É um trabalho em conjunto que tem um único objetivo: o futuro da criança”Joseane Monteiro, administradora regional do Gama

“Mais que atuar no desenvolvimento cognitivo de uma criança durante a primeira infância, as ações desenvolvidas pelos nossos visitadores do programa Criança Feliz Brasiliense são voltadas à atenção integral à família dentro da política socioassistencial”, destacou a secretária de Desenvolvimento Social, Mayara Noronha Rocha.

A reforma das estruturas contou com o apoio da Administração Regional do Gama, que fez a pintura do local, a renovaçãovdo telhado e reparos do banheiro e da instalação elétrica. “É um trabalho em conjunto que tem um único objetivo: o futuro da criança”, sintetiza a administradora regional do Gama, Joseane Monteiro.

Durante a inauguração do Espaço Primeira Infância no Suas, as equipes do Cras Gama davam continuidade ao mutirão para preenchimento e atualização do Cadastro Único das Famílias. De acordo com a gerência da unidade, cerca de 70 famílias foram convocadas para esses procedimentos, condição fundamental para inserção no Criança Feliz Brasiliense.

Uma das atendidas foi Carla de Moura, 39 anos. A dona de casa realizou a atualização e já espera o contato para a ida do visitador. “Vai ser muito importante, pois ajudará demais no desenvolvimento da minha filha de um ano. Lá no futuro vamos ver como isso foi importante”, comemorou a moradora do Gama.

O programa Criança Feliz Brasiliense tem a finalidade de apoiar as famílias em seu papel protetivo, além de ampliar a rede de atenção e cuidado para o desenvolvimento integral das crianças na primeira infância. As visitas têm duração média de 45 minutos e são feitas de forma planejada e sistemática.

*Com informações da Sedes-DF