3/9/21 19:55
Atualizado em 3/9/21 às 19:55

Plano Piloto terá escola bilíngue Libras e Português

Anúncio foi feito à primeira-dama da República, Michelle Bolsonaro, pela secretária de Educação, Hélvia Paranaguá

“A educação deve olhar para todos, mas esse olhar precisa ser diferenciado de acordo com as necessidades de cada um”Hélvia Paranaguá, secretária de Educação

Um sonho antigo da comunidade surda do Distrito Federal em breve será realidade. Em uma área especial, na 912 Sul, vai ser instalada a nova Escola Bilíngue Libras e Português Escrito do Plano Piloto. O compromisso foi selado no Palácio do Planalto, em uma reunião entre a secretária de Educação, Hélvia Paranaguá, e a primeira-dama da República, Michelle Bolsonaro.

“Nós vamos implementar a Escola Bilíngue do Plano Piloto. A médio prazo será um espaço que também vai proporcionar atividades de lazer, cultura e esporte. E é emocionante estarmos à frente desse projeto, que fará a diferença na vida desses estudantes. A educação deve olhar para todos, mas esse olhar precisa ser diferenciado, de acordo com as necessidades de cada um”, anunciou Hélvia Paranaguá à primeira-dama.

A Escola Bilíngue Libras e Português Escrito do Plano Piloto será instalada em uma área especial, na 912 Sul/ Foto: Foto Álvaro Henrique/Ascom/SEED-DF

Michelle Bolsonaro, que vem se empenhando para que a iniciativa saia do papel, comemorou a notícia. “A escola vai fazer a diferença para quem realmente precisa. É um presente muito grande que vocês [comunidade surda] estão recebendo. Vocês lutaram e não deixaram de acreditar nos seus sonhos”, afirmou a primeira-dama, que também agradeceu pelo apoio do Governo do Distrito Federal (GDF).

A primeira-dama do Distrito Federal e secretária de Desenvolvimento Social, Mayara Noronha Rocha, destacou que a ação é fruto da união de esforços entre o governo federal e várias pastas do GDF que trabalharam para que este sonho se transformasse em realidade.

“O trabalho conjunto em prol de resultados efetivos é uma marca do GDF. A nova Escola Bilíngue Libras e Português Escrito é uma conquista para toda a comunidade surda, garantindo, assim, educação para todos”, concluiu Mayara.

Também participaram da reunião, realizada em 18 de agosto, os secretários de Governo, José Humberto Pires; de Economia, André Clemente; e da Pessoa com Deficiência, Flávio Pereira dos Santos; a subchefe de Políticas Sociais e Primeira Infância do GDF, Anucha Soares; a secretária de Modalidades Especializadas de Educação do Ministério da Educação (MEC), Ilda Peliz; a diretora regional e a coordenadora de Política Educacional da Federação Nacional de Educação e Integração dos Surdos (Feneis), Mariana Siqueira Rolla Silva Alves e Maria de Fátima Félix Nascimento, respectivamente; e os membros da instituição Sandra Patrícia de Faria do Nascimento e Leonardo Félix Rios.

* Com informações da Secretaria de Educação do DF