17/9/21 20:54
Atualizado em 18/9/21 às 16:24

Prêmio para impulsionar a formalidade e valorizar artesanato de Brasília

Edital será lançado por Sebrae e Banco de Brasília nesta segunda (20) e prevê incentivos para categorias de aprendiz a mestre

Com o propósito de estimular a produção e fomentar a economia do terceiro setor no Distrito Federal, o Sebrae-DF e o Banco de Brasília (BRB) lançam nesta segunda-feira (20) o Prêmio Brasília Artesanato. A proposta é estimular a produção de peças e valorizar o trabalho dos cerca de 11 mil artesãos registrados no DF. A categoria foi uma das grandes afetadas pela pandemia com a perda de vendas diante das prioridades de consumo da população, restringidas pela crise.

O prêmio tem a intenção de enaltecer o artista e produtor de Brasília, principalmente após as perdas de vendas registradas desde março de 2020| Foto: Divulgação/Setur-DF

Tanto o edital para concorrer quanto as inscrições para o prêmio – abertas até 9 de outubro – estarão publicadas no site do Sebrae-DF. Serão premiados com consultorias e incentivo financeiro os três primeiros lugares de quatro categorias: aprendiz, artesão iniciante, artesão e mestre.

“O artesanato de Brasília representa o Brasil por meio de muitas técnicas e nos fortalece como destino turístico. Por isso, a voz do nosso governo Ibaneis Rocha é a voz do artesanato”Vanessa Mendonça, secretária de Turismo

Os vencedores ainda terão suas peças expostas na Feira Nacional de Artesanato, que ocorre em Belo Horizonte no final do ano, e no Centro Referência do Artesanato Brasileiro (Crab), do Rio de Janeiro, por três meses. A previsão é de que a premiação ocorra na primeira semana de dezembro.

“Como banco público, o BRB atua em prol do desenvolvimento econômico, social e humano do Distrito Federal. Essa iniciativa reforça o nosso compromisso com a cultura, com o artesanato e o turismo da capital federal”, afirma o presidente do BRB, Paulo Henrique Costa.

Registro de artesão é obrigatório

Para concorrer, não é preciso ser Microempreendedor Individual (MEI), mas é obrigatório estar na formalidade. O registro de artesão é emitido sem burocracia pela Secretaria de Turismo, tanto nos Centros de Atendimento ao Turista (CAT) Móvel – da Torre de TV ou da Casa de Chá – quanto nas unidades de atendimento ao turista das regiões administrativas.

Esse cadastramento é o primeiro passo para a obtenção da Carteira Nacional de Artesão, que dá direito a participar de feiras e eventos em todo o país e no exterior. Para se cadastrar é preciso de um comprovante de endereço.

“O artesanato de Brasília representa o Brasil por meio de muitas técnicas e nos fortalece como destino turístico. Por isso, a voz do nosso governo Ibaneis Rocha é a voz do artesanato”, afirma a secretária de Turismo do DF, Vanessa Mendonça.

Incentivo à formalidade

Diretora-técnica do Sebrae-DF, Rose Rainha é também secretária-executiva do Conselho Permanente de Políticas Públicas e Gestão Governamental do DF. Ela acredita que o Prêmio Brasília Artesanato é uma forma de trazer luz para que empreendedores de vários níveis acreditem ainda mais nos seus potenciais. “Vejo como uma valorização do artesão e uma forma de tirar da informalidade aqueles que produzem trabalhos maravilhosos, mas ainda não se regularizaram”.

De acordo com o gerente de Negócios em Rede do Sebrae-DF, Carlos Cardoso de Souza, a ação tem a intenção de enaltecer o artista e produtor de Brasília, principalmente após as perdas de vendas registradas desde março de 2020. “Ao promovermos esse incentivo, queremos também despertar nas gerações futuras o quão promissor é o artesanato e a profissão.”