14/10/21 9:49
Atualizado em 14/10/21 às 11:27

Experiência nas alturas estimula memórias afetivas

Crianças em situação de vulnerabilidade social participam de uma tarde especial pelo projeto Pan Am Brasil 

“Todo carinho de agora reverbera na fase adulta, tornando as crianças cidadãos melhores” Mayara Noronha Rocha, primeira-dama e secretária de Desenvolvimento Social

Apertem os cintos e se preparem para uma experiência inesquecível! Foi assim que começou a aventura nos projetos Pan Am Brasil, para 70 crianças da Creche Artes e Sonhos, da Cidade Estrutural, e Contraturno Recriando, do Gama. Realizada na tarde de quarta-feira (13), no pátio da Igreja Batista Central de Brasília a ação contou com lanchinhos, brincadeiras e distribuição de brinquedos para comemorar a semana do Dia das Crianças.

Com o objetivo de gerar memórias afetivas por meio de atividades lúdicas, a iniciativa foi coordenada pela primeira-dama e secretária de Desenvolvimento Social, Mayara Noronha Rocha, em parceria com a Igreja Batista Central de Brasília. “Brincar é coisa séria!”, destacou Mayara, lembrando que, quando a criança brinca, desenvolve a criatividade e estimula a concentração, a memória e a coordenação motora. “Desejo que cada criança brinque e sorria intensamente e se sinta muito amada. Todo carinho de agora reverbera na fase adulta, tornando as crianças cidadãos melhores”.

Restaurada, a carcaça de uma aeronave da Pan Am abriga um espaço de entretenimento e aprendizado disponível para crianças de escolas públicas e comunidades carentes | Foto: Divulgação

O projeto Pan Am Brasil foi idealizado pelo pastor Ricardo Espindola, que recebeu a carcaça de um avião e o transformou em um espaço de experiência gastronômica, histórica e tecnológica para os visitantes, simulando os serviços de um voo de aeronave. O projeto atenderá escolas públicas e comunidades carentes do Distrito Federal, contemplando também idosos.

“Preparamos o nosso avião com muito carinho para receber essas crianças e realizamos dois voos temáticos com lanchinho e desenho animado no sistema de entretenimento”, explicou Ricardo. “Dar asas aos futuros sonhadores é uma honra para o projeto.”

A ação contou ainda com a parceria da Sociedade de Transportes Coletivos de Brasília (TCB) e da Polícia Militar do DF, que foram responsáveis pelo transporte das crianças e dos monitores. “Gerar memórias afetivas e inspiração é dar a essas crianças a possibilidade de sonhar e construir o seu futuro”, pontuou Mayara Noronha Rocha.

*Com informações do Gabinete da Governadoria