Fale com o Governo Ações em Destaques

2/12/21 às 17:18

Moradores da Vila Cauhy passam por treinamento para emergências

Defesa Civil faz simulação para integrar órgãos públicos e moradores em situações de risco na região

Flávio Botelho, da Agência Brasília

Em situações de emergência, quanto mais preparado se estiver para lidar com elas, melhor. Com esse objetivo, a Defesa Civil (DCDF) fez um simulado de enchente no córrego Riacho Fundo, próximo à Vila Cauhy, localizada no Núcleo Bandeirante. O exercício serviu para integrar órgãos públicos e a população para saber como agir em eventuais emergências decorrentes das chuvas, principalmente em casas que sejam atingidas pela água.

A atividade simulou todos os procedimentos possíveis em caso de uma inundação. Como parte do teste, três famílias, sendo quatro adultos e seis crianças – moradoras de casas que ficam ao lado do córrego – foram resgatadas por equipes do Corpo de Bombeiros (CBMDF), Polícia Militar (PMDF) e DCDF. A partir do chamado de emergência, equipes se deslocaram da base de operações, instalada na entrada da Vila Cauhy, até as residências.

Em cerca de 20 minutos, todos os moradores haviam sido transportados com segurança e conduzidos em viaturas ao Posto de Acolhimento. No local, após serem atendidas e cadastradas, as famílias receberam ajuda humanitária e foram reconduzidas aos seus lares.

A atividade simulou todos os procedimentos possíveis em caso de uma inundação. Como parte do teste, três famílias, sendo quatro adultos e seis crianças – moradoras de casas que ficam ao lado do córrego – foram resgatadas por equipes do Corpo de Bombeiros (CBMDF), Polícia Militar (PMDF) e DCDF | Foto: Paulo H Carvalho / Agência Brasília

Responsável pela operação, o ten. cel. Vieira, da DCDF, explica o motivo da Vila Cauhy ter sido escolhida para o exercício simulado: “Temos pessoas aqui que moram muito próximas ao córrego que, dependendo da chuva, recebe muita água. Já tivemos casos de inundação nos quais as pessoas ficaram ilhadas, por isso é importante explicar como proceder em casos de emergência”.

Alessandra Marques, 41, mora em uma casa próxima ao córrego Riacho Fundo e elogiou a iniciativa do exercício simulado. “É importante para a gente ficar informados. Quando acontece de ter enchente, é um vizinho ajudando o outro, uma correria danada, é assim que vai”, comenta a dona de casa.

Além de ensinar a população o modo correto de proceder em situações de emergência, o Governo do Distrito Federal (GDF) também já começa a agir para, em breve, prover mais resguardo aos moradores da Vila Cauhy.

“Estamos trabalhando para a colocação de gabiões, que serão as proteções para as margens do córrego, principalmente nos locais com pontes. Com os gabiões instalados, vamos fazer também uma orla de proteção para trazer uma segurança a mais”, ressalta o administrador regional do Núcleo Bandeirante, Adalberto Carvalho.

Lideranças comunitárias também elogiaram o empenho dos órgãos do GDF na região, como o diretor da Associação de Moradores da Vila Cauhy, Walter Marques. “A Defesa Civil tem mantido uma proximidade muito boa com a comunidade.

Além disso, o GDF está tendo um olhar muito positivo com a Vila Cauhy: repararam o leito do rio, agora estão na fase final do exame de topografia para iniciar a obra dos muros de gabiões. Estamos com uma expectativa muito positiva em relação à essa atuação”, salienta.

Últimas Notícias