Fale com o Governo Ações em Destaques

9/12/21 às 16:12, Atualizado em 9/12/21 às 19:19

Divulgado resultado de edital de apoio a agremiações carnavalescas

Certame selecionou duas organizações de sociedade civil para desenvolver atividades de apoio às escolas de samba e blocos tradicionais

Agência Brasília* | Edição: Rosualdo Rodrigues

Disseminar a importância do carnaval, apoiar as instituições carnavalescas e valorizar sua contribuição para a cultura local e nacional. Estes foram alguns dos objetivos da Secretaria de Cultura e Economia Criativa (Secec) ao lançar o Edital N° 34/2021, que teve resultado final publicado nesta quinta-feira (9), no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF).

R$ 3,95 milhões é o valor do teto aportado para o fomento às manifestações culturais populares

O certame selecionou duas organizações de sociedade civil (OSC) para desenvolver atividades de apoio às escolas de samba e blocos tradicionais, visando o carnaval de 2023. “O edital reflete essa política pública que permite a rearticulação dos grupos que atuam com atividades permanentes. Assim, firmamos o compromisso para a volta dos desfiles em 2023”, aponta o secretário de Cultura e Economia Criativa, Bartolomeu Rodrigues.

Para fomentar as manifestações culturais populares, a Secec aportou o valor de teto máximo de R$ 3,95 milhões, que será dividido entre as duas propostas vencedoras. Com o recurso de R$ 2,75 milhões, a União das Escolas de Samba do Distrito Federal será responsável por propor projeto voltado a, ao menos, 15 localidades/territórios de escolas de samba.

A cargo da Liga Carnavalesca dos Trios, Bandas e Blocos Tradicionais (LCTBBT) ficará projeto voltado a, ao menos, oito localidades/territórios de blocos tradicionais, recebendo aporte de R$ 1,2 milhão.

Coordenada pela Subsecretaria de Difusão e Diversidade Cultural (SDDC), a ação visa apoiar a gestão administrativa de entidades carnavalescas, estimular a integração dos antigos componentes e a participação de novos, em diversos setores das entidades. E também de propiciar um ambiente de sustentabilidade das atividades nos territórios onde estão localizadas.

Essas ações estão apoiadas na Lei Distrital Nº 4.738, que prevê o fomento da Secec nas entidades permanentes. “Assim, disseminamos a importância do carnaval como elemento sociocultural do Distrito Federal; valorizando a contribuição das escolas de samba e dos blocos tradicionais para a cultura local e nacional”, destaca a subsecretária de Difusão e Diversidade Cultural, Sol Montes.

As OSCs selecionadas têm o prazo de sete dias corridos, contados a partir desta quinta-feira (9), para encaminhar a documentação de habilitação constante no edital ao e-mail protocolo@cultura.df.gov.br.

*Com informações da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do DF

Últimas Notícias