22/12/21 20:12
Atualizado em 22/12/21 às 20:12

Casos ativos da variante Ômicron seguem monitorados

Até o momento, a pasta entrou em contato com 61 pessoas. Dessas, 15 testaram positivo, sendo 12 confirmados com a variante e três não sequenciáveis

A Secretaria de Saúde informa que o Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs) permanece monitorando os 14 casos de covid-19 identificados com a variante Ômicron, importados de Cancún, no México.

Até o momento, a pasta entrou em contato com 61 pessoas. Dessas, 46 apresentaram resultado não detectável para covid-19 e 15 testaram positivo, sendo 12 confirmados com a variante Ômicron e três não sequenciáveis.

A secretaria esclarece que todos os casos identificados com a Ômicron, até o momento, receberam duas doses da vacina contra covid-19. Nove foram imunizados com a vacina AstraZeneca e cinco com a Pfizer. Duas dessas pessoas estão na faixa etária de 20 a 29 anos, dez na faixa de 30 a 39 anos e dois na faixa de 40 a 49 anos. Nenhum dos casos apresentou sintomas graves e todos permanecem em monitoramento diário pela equipe do Cievs.

A pasta também confirma mais um caso de covid-19 com a variante Ômicron proveniente de Kingston, Canadá. Trata-se de passageira do sexo feminino, na faixa etária de 20 a 29 anos, vacinada com duas doses, sendo a primeira dose com a vacina da Pfizer e a segunda dose da vacina Moderna.

Retornando ao Brasil, no voo CM 471 da Copa Airlines de Toronto para Panamá no dia 7/12, e voo no mesmo dia CM 205 da Copa Airlines do Panamá para Brasília, essa pessoa realizou coleta de PCR na rede privada, no dia 10/12, com resultado positivo para covid-19. Após a confirmação, o médico da paciente notificou o Cievs, que procedeu com a investigação. A paciente apresentou sintomas leves e já é considerada curada.

Atualmente, o DF conta com 17 casos confirmados da variante, sendo 14 de Cancún, dois da África do Sul e um do Canadá. Três casos são considerados curados.

*Com informações da Secretaria de Saúde