Fale com o Governo Ações em Destaques

21/3/22 às 17:31, Atualizado em 21/3/22 às 20:45

RENOVADF muda a cara do Itapoã

Com mais de 3 mil alunos formados e 430 equipamentos recuperados, programa de qualificação profissional abre as portas do mercado de trabalho e amplia alternativas de lazer em todo o DF

Lúcio Flávio, da Agência Brasília | Edição: Claudio Fernandes

É só falar sobre o assunto que Marina Ribeiro, 32 anos, abre o sorriso. Isso porque, até pouco tempo atrás, por conta da pandemia, ela se encontrava isolada e à deriva no mercado de trabalho. A salvação veio por meio do programa RENOVADF.

Bolsistas beneficiados pelo projeto RENOVADF trabalham na reforma de quadra de grama sintética no Condomínio Del Lago | Fotos: Tony Oliveira/Agência Brasília

Lançado em maio de 2021 pelo Governo do Distrito Federal (GDF), por meio da Secretaria de Trabalho (Setrab), a iniciativa visa qualificar, com habilidades em vários serviços de manutenção – de carpinteiro a jardineiro, passando por eletricista, encanador, serralheiro e pedreiro –, profissionais que estão desempregados.

“E, no meu caso, eu nem tinha profissão. Tudo que sei aprendi aqui”, diz Marina, que trabalha na reforma de uma quadra de grama sintética na Quadra 1 do Condomínio Del Lago, no Itapoã, com outros 19 bolsistas. “Não vejo a hora de pegar o meu diploma. Com ele, vou conseguir entrar no mercado de trabalho; agora eu tenho uma profissão”, agradece.

Além de aprender, o candidato recebe uma bolsa no valor de um salário mínimo, mais vale-transporte e seguro contra acidentes pessoais. Até o momento, mais de 3 mil alunos foram formados nos três primeiros ciclos do RENOVADF, mão de obra que ajudou a reformar mais de 430 espaços públicos em todo o DF. Na última quarta-feira (16), foi lançado o quinto ciclo para 3,5 mil novos alunos. O governo já tem garantido R$ 50 milhões em recurso para a continuidade da ação.

Marina Ribeiro agradece a oportunidade que ganhou com o RENOVADF: “Tudo que sei aprendi aqui”

“O RENOVADF é o maior programa de inclusão social e qualificação profissional do Brasil. Nasceu como política de governo e passou a ser política de Estado que deu certo”, festeja o secretário do Trabalho, Thales Mendes. “Além de qualificar o trabalhador em uma profissão demandada no mercado, gera emprego e renda, revitaliza equipamentos públicos, trazendo qualidade de vida ao cidadão e economia ao governo”, reforça.

“Além de qualificar o trabalhador em uma profissão demandada no mercado, (o RENOVADF) gera emprego e renda, revitaliza equipamentos públicos, trazendo qualidade de vida ao cidadão e economia ao governo” - Thales Mendes, secretário do Trabalho

Atualmente, na quarta etapa, 1,5 mil alunos, divididos em 25 turmas de 60 bolsistas, estão espalhados pelo DF. Instrutor da turma de 20 bolsistas que se debruça na reforma de um campo de grama sintética no Itapoã, Edson Gomes é taxativo. “Trata-se de uma chance única para muita gente”, observa Edson. “A pessoa ganha para aprender”, destaca.

O jovem Mizael Fernandes Costa, 29 anos, se encaixa no perfil desenhado por Edson. Antes, trabalhava como motorista de aplicativo, mas, com o combustível mais caro, desistiu do volante. Como estava desempregado, decidiu se inscrever no RENOVADF. Deu certo.

“Eu tinha algumas noções sobre serviço de manutenção, e esse curso vai me qualificar ainda mais. Vou ter mais segurança para procurar trabalho na área”, conta. “Para quem tem criança em casa pedindo, todo dia de manhã, pão e leite, essa bolsa do GDF veio a calhar, deu para pagar algumas contas atrasadas”, afirma.

Pioneiro do Itapoã, José Carlos da Silva elogiou a reforma na Quadra 1: “Antes o lugar era feio, abandonado, e agora está novo em folha”

Transformação

As intervenções na quadra sintética acontecem desde fevereiro deste ano. A reforma foi geral. Além da troca de todo o tapete, foram reformados os alambrados e os gols, que ganharam tinta nova. O estacionamento foi todo remodelado, com as marcações das vagas feitas. Também foram realizados serviços de capina e varrição. Ainda na cidade, na mesma área, uma quadra de areia também passa por reforma com a ajuda de 25 bolsistas.

Um dos pioneiros da região administrativa, José Carlos da Silva, 60 anos, se surpreendeu com a transformação do lugar. “Todos os dias de manhã, passo por aqui para fazer minha caminhada e acompanhei de perto a mudança do lugar. Está ótimo”, relata. “Antes o lugar era feio, abandonado, e agora está novo em folha. Essa iniciativa do GDF é ótima porque, além de dar oportunidade para quem precisa, melhora e muito a cidade”, elogia a vendedora Eliane da Costa.

Para o administrador do Itapoã, Marcos Cotrim, graças ao RENOVADF, a cidade mudou radicalmente. O gestor ainda destacou a importância social da iniciativa. “Quase todas as quadras foram envolvidas pelo projeto, só uma ou outra ainda recebeu a ação. Foi uma intervenção que mudou a cidade. De várias coisas que estão acontecendo na cidade, do ponto de vista social, o RENOVADF foi extremamente importante porque trouxe uma alternativa de lazer para a comunidade”, avalia.

RENOVADF muda a cara do Itapoã

Últimas Notícias