Fale com o Governo Ações em Destaques

8/4/22 às 14:58, Atualizado em 8/4/22 às 18:55

Parcelamento de solo no Jardim Botânico será discutido em evento online

Audiência pública, que será transmitida no canal do YouTube do Brasília Ambiental com a exposição técnica do projeto, está marcada para terça-feira (12), a partir das 19h

Agência Brasília* | Edição: Saulo Moreno

O Instituto Brasília Ambiental, por meio da Superintendência de Licenciamento (Sulam), promove terça-feira (12) a audiência pública virtual de apresentação e discussão do Relatório de Impacto de Vizinhança (Rivi) para parcelamento de Solo Urbano Reserva Jacarandá M. Residence, localizado na Região Administrativa do Jardim Botânico.

Reserva Jacarandá M. Residence, localizado na Região Administrativa do Jardim Botânico | Reprodução de Imagem de Satélite / Ibram

A transmissão ao vivo será realizada no canal do YouTube do Brasília Ambiental, das 19h às 21h45, com a exposição técnica do projeto e um espaço aberto para a participação de interessados. As instruções e os procedimentos para acesso ao evento já estão disponíveis no site do Instituto.

As audiências públicas são importante instrumento de interação com o público para o esclarecimento de dúvidas e o acolhimento de sugestões, com o objetivo de garantir um processo de licenciamento ambiental de qualidade, atendendo a comunidade em seus anseios e buscando soluções para a redução dos danos sobre o meio ambiente.

“Estudar uma forma de ocupação planejada, dentro de um processo de licenciamento ambiental, seguindo todo um rito, minimiza os impactos ambientais, buscando-se assim a sustentabilidade, com o correto uso do solo, equilíbrio social e ambiental”, acrescenta o superintendente de Licenciamento do Brasília Ambiental, Alisson Neves.

Àqueles que quiserem participar, mas que não tenham acesso à internet poderão acompanhar a reunião virtual no Centro de Ensino Fundamental – CEF Jataí, situado na Fazenda Barreiros, km 11, rodovia DF-140, Brasília, Distrito Federal.

Confira aqui como fazer as contribuições, encaminhamento de perguntas por meio de formulário e também os estudos ambientais e regulamento da Audiência Pública Virtual.

*Com informações do Brasília Ambiental

Últimas Notícias