Fale com o Governo Ações em Destaques

29/4/22 às 19:19

UBS 1 do Guará tem tenda de atendimento para dengue

Intuito é não deixar pacientes desassistidos e atendê-los o mais próximo possível de casa

Agência Brasília* | Edição: Rosualdo Rodrigues

Para diminuir o número de pacientes nas emergências dos hospitais da rede, a Secretaria de Saúde disponibiliza salas de hidratação em todas as unidades básicas de saúde para atender pacientes diagnosticados com dengue. No entanto, com o aumento do número de casos da doença, várias tendas estão sendo montadas nas áreas externas das UBSs de todo o Distrito Federal.

A intenção é que o paciente receba todo o suporte perto de casa, indo aos hospitais ou UPAs somente em casos mais graves | Foto Tony Winston/Agência Saúde-DF

A intenção é que o paciente receba todo o suporte perto de casa, indo aos hospitais ou Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) somente em casos mais graves ou fora do horário de funcionamento das UBSs. Na quarta-feira (27), foi montada uma tenda na área externa da UBS 1 do Guará para receber os usuários que se queixam de sintomas de dengue.

“Caso o paciente esteja se sentindo muito mal, o exame é colhido aqui mesmo na tenda por um dos nossos servidores e ele é medicado até sair o resultado” Flávia Oliveira Costa, superintendente da região Centro-Sul

“Queremos desafogar o fluxo de pacientes dentro das UBSs. A procura ainda está relativamente baixa, entre 15 e 20 pacientes por dia, mas os boletins indicam um aumento para o próximo mês e estamos preparados para não deixar nenhum paciente desassistido”, explica a superintendente da região Centro-Sul, Flávia Oliveira Costa.

A princípio, a tenda da dengue está funcionando de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, mas se a demanda aumentar muito o funcionamento poderá ser estendido. No local, o usuário passa pela triagem e é feita a notificação de caso suspeito de dengue pela Vigilância Epidemiológica.

Depois disso, o usuário recebe a solicitação de exames laboratoriais, que são colhidos no laboratório do Hospital Regional do Guará (HRGu), ao lado da UBS 1. O exame pode ser obtido através do QR Code disponibilizado na tenda.

“Caso o paciente esteja se sentindo muito mal, o exame é colhido aqui mesmo na tenda por um dos nossos servidores e ele é medicado até sair o resultado. Em alguns casos a indicação é hidratação oral e em outros, venosa, que dura cerca de duas horas. Os casos de dengue classificados como tipo A e B são atendidos aqui mesmo, mas os tipos C e D são tratados no pronto-socorro do hospital ou na UPA”, informa.

A dona de casa Renata Arcanjo esteve na tenda da dengue da UBS 1 do Guará nesta sexta-feira com o filho Raphael Arcanjo, de 11 anos. Há dois dias ele tem sentido náusea, dor nos olhos e diarreia, por isso ela desconfiou que fosse dengue. Após o resultado dos exames, a doença foi descartada e ele foi liberado com a indicação de medicamentos para serem utilizados no tratamento.

“Eu achei muito bom o atendimento aqui na tenda da dengue, foi super-rápido. Viemos de manhã, ele fez o exame, fomos para casa e voltamos à tarde para pegar os resultados”, relata.

As tendas são utilizadas se as salas de hidratação para dengue do interior das unidades não tiverem mais capacidade de atendimento ou estiverem com grande fluxo de pessoas.

*Com informações da Secretaria de Saúde do DF

Últimas Notícias