Fale com o Governo Ações em Destaques

8/5/22 às 19:52, Atualizado em 9/5/22 às 08:38

Túnel de Taguatinga terá paredes impermeáveis e sustentáveis

Modernas placas cimentícias, vindas de Capivari (SP), têm alta resistência e permitem fácil instalação hidráulica e elétrica. Material é o mesmo usado no túnel do aeroporto

Rafael Secunho, da Agência Brasília | Edição: Claudio Fernandes

As paredes do Túnel de Taguatinga, ao longo de seu percurso de pouco mais de 1 km, serão revestidas de placas cimentícias. Feitas em concreto, elas darão um tom de modernidade, mais ventilação e uma melhor acústica ao túnel, que mudará de vez a rotina da cidade. Essa é mais uma característica da construção, considerada a maior obra viária em execução no País e que tem um investimento de R$ 275 milhões por parte do Governo do Distrito Federal (GDF).

“Vale lembrar que o material é sustentável e reduz os custos com o descarte de resíduos. Além do que, a instalação hidráulica e elétrica é facilitada, pois os espaços internos existentes entre as estruturas simplificam o processo” Ricardo Terenzi, subsecretário de Acompanhamento e Fiscalização da Secretaria de Obras

Nos últimos dias, os operários começaram a fixar os perfis metálicos nas paredes – estruturas que darão sustentação às placas cimentícias. Serão cerca de 20.500 metros quadrados de lajotas de 10 mm instaladas pelo túnel. Esse é um material já usado em outra moderna passagem da capital, o túnel do aeroporto. “Essas placas têm uma instalação rápida e relativamente simples. Além disso, o material possui alta capacidade de resistência e sua impermeabilização permite o contato com a água”, explica o subsecretário de Acompanhamento e Fiscalização da Secretaria de Obras, Ricardo Terenzi.

Nos últimos dias, os operários começaram a fixar nas paredes os perfis metálicos, estruturas que darão sustentação às placas cimentícias | Foto: Renato Araújo/Agência Brasília

Segundo o subsecretário, outra vantagem é a sustentabilidade. A geração de entulhos é praticamente inexistente com as placas cimentícias, o que permite uma obra mais limpa. “Vale lembrar que o material é sustentável e reduz os custos com o descarte de resíduos. Além do que, a instalação hidráulica e elétrica é facilitada, pois os espaços internos existentes entre as estruturas simplificam o processo”, aponta Terenzi.

As modernas placas virão da cidade de Capivari (SP) direto para Taguatinga, segundo a empresa de construção responsável pelo serviço. Três bitrens se encarregarão de transportar o material.

Cronograma

A colocação das placas será iniciada na primeira semana de junho, primeiramente no viaduto norte e, a seguir, no sul. A obra do Túnel de Taguatinga está sendo feita pelo GDF, por meio da Secretaria de Obras e do consórcio de empresas contratadas intitulado Novo Túnel. O túnel já conta com 70% das obras executadas, em um trabalho feito por cerca de 400 operários. A construção vai beneficiar mais de 130 mil motoristas.

Túnel de Taguatinga terá paredes impermeáveis e sustentáveis

Últimas Notícias