Fale com o Governo Ações em Destaques

4/10/22 às 17:15, Atualizado em 10/10/22 às 14:34

GDF investe R$ 4,7 mi no primeiro Restaurante Comunitário do Sol Nascente

Unidade terá capacidade para atender simultaneamente até 368 pessoas sentadas, ao custo de R$ 0,50 cada café da manhã e R$ 1 cada almoço

Hédio Ferreira Júnior, da Agência Brasília | Edição: Claudio Fernandes

Brasília, 19 de setembro de 2022 – O Governo do Distrito Federal (GDF) prepara a abertura de um restaurante comunitário em uma das regiões de maior vulnerabilidade econômica de Brasília: o Sol Nascente. Com capacidade para atender até 368 pessoas sentadas ao mesmo tempo e fornecer pelo menos 2 mil refeições a cada turno – café da manhã e almoço –, a estrutura teve investimento de R$ 4.779.356,59 e será a 15ª do DF. A 16ª está em construção em Arniqueira.

Novo Restaurante Comunitário do Sol Nascente fica em uma área de 1.380 m² no Trecho 2: equipamento segue o padrão dos outros 14 já construídos | Fotos: Tony Oliveira / Agência Brasília

O Restaurante Comunitário do Sol Nascente fica no Trecho 2, em uma área construída de 1.380 m², com refeitório, depósito de alimentos, banheiros, bilheteria, caldeira, reservatório próprio de água e casa de gás. O equipamento público segue o padrão dos outros 14 já construídos e terá um telhado isotérmico que reduzirá o calor no seu interior, dispensando a necessidade de instalação de ar-condicionado.

De um lado do restaurante está a Administração Regional do Sol Nascente/Pôr do Sol e, do outro, está sendo construída a rodoviária da região. Ao redor também há um grande conjunto habitacional em formação. Somente de janeiro a julho de 2022, o governo investiu R$ 30.772.334,60 na produção de refeições nas 14 unidades já em funcionamento.

O chefe do Departamento de Edificações da Novacap, Carlos Alberto Spis, destaca o anseio dos moradores da região pelo novo restaurante

“Há um anseio desses moradores, grande parte em situação de vulnerabilidade, em serem atendidos pelo restaurante com uma refeição de qualidade e de muito baixo custo para o cidadão”, ressalta o chefe do Departamento de Edificações da Novacap, Carlos Alberto Spis.

Engenheira civil responsável pela execução do projeto, Daiana de Andrade afirma que a construção está em ritmo acelerado

Atualmente, 30 operários trabalham na obra diretamente e outros 20 indiretamente. “A empresa está em bom ritmo de trabalho e a previsão de conclusão e entrega é até o final de deste ano”, adianta a engenheira civil responsável pela execução do projeto, Daiana de Andrade.

O segurança Cristian Cosme, 49 anos, mora próximo ao novo restaurante e diz que será um privilégio não precisar mais cozinhar

Quem mora na região diz não ver a hora de ver o Restaurante Comunitário do Sol Nascente funcionando. O segurança Cristian Cosme, 49 anos, mora quase em frente ao espaço. Ele conta que chega cansado em casa e que não precisar cozinhar, pagando R$ 1 pelo almoço e R$ 0,50 pelo café da manhã, será um privilégio. “É a melhor coisa que o GDF fez”, diz ele.

O aposentado Ulisses Reis, 51 anos, afirma que o restaurante comunitário vai ajudar muito nas finanças de casa e “garantir comida boa para nós”

Outro que também está cheio de expectativas é o aposentado Ulisses Reis, 51 anos. Casado e com um filho, ele mora no Sol Nascente há cinco anos. “Este restaurante está vindo em ótima hora. Vai ajudar muito nas nossas finanças e garantir comida boa para nós”, declara.

Além do Sol Nascente e de Arniqueira, outras duas regiões administrativas aguardam a licitação de projetos para construção de restaurantes comunitários: Samambaia e Varjão. Juntas elas somam mais de R$ 15,5 milhões em investimentos.

GDF investe R$ 4,7 mi no primeiro Restaurante Comunitário do Sol Nascente

Últimas Notícias