Fale com o Governo Ações em Destaques

6/10/22 às 20:24, Atualizado em 6/10/22 às 21:01

Saúde do Entorno terá reforço com parceria entre DF e Goiás

Secretarias de Saúde e Ministério Público se unem para melhorar atendimento e enfrentar arboviroses

Agência Brasília* | Edição: Claudio Fernandes

O Distrito Federal e o estado de Goiás vão firmar um termo de cooperação para enfrentar juntos a situação da saúde pública da Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno (Ride). O acordo vai abranger dois temas principais: o fluxo de pacientes entre as duas unidades da Federação e o trabalho de contenção de arboviroses, como a dengue.

Os primeiros detalhes foram acertados nesta quinta-feira (6) durante encontro dos secretários de Saúde vizinhos, representantes do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), e do Ministério Público de Goiás (MPGO).

Os primeiros detalhes do termo de cooperação entre DF e Goiás para enfrentamento da situação da saúde pública na Ride foram acertados nesta quinta-feira (6) | Foto: Tony Winston/Agência Saúde

“Vamos fazer esse acordo de cooperação para que a gente balize, dentro dos princípios do SUS, a oferta de uma saúde de excelência tanto para Goiás quanto para o Distrito Federal”, afirmou a secretária de Saúde do DF, Lucilene Florêncio. Ela destacou ainda um terceiro ponto a ser incluído na parceria: a troca de informações e de experiências na área de regulação de pacientes. “Temos características diferentes, mas podemos aprender juntos, inclusive para possibilitar a troca de informações sobre os pacientes”, completou a gestora.

“São milhares, se não mais de um milhão de pessoas, que transitam entre o DF e Goiás, por isso um tratamento único, atencioso e eficaz por parte dos dois estados é essencial” José Eduardo Sabo, procurador do MPDFT

Já o secretário de Saúde de Goiás, Sandro Batista, fez questão de ressaltar o intenso fluxo de pessoas entre o Distrito Federal e as cidades goianas da Ride, conhecida como Entorno, como Valparaíso, Novo Gama, Luziânia, Formosa e Santo Antônio do Descoberto. “Esses limites existem muito mais no planejamento do que na vida real. A lógica é a dos gestores entenderem isso e trabalharem ações”, disse.

O procurador José Eduardo Sabo, do MPDFT, elogiou a soma de esforços das duas secretarias. “São milhares, se não mais de um milhão de pessoas, que transitam entre o DF e Goiás, por isso um tratamento único, atencioso e eficaz por parte dos dois estados é essencial”, opinou.

“A união de esforços para servir melhor o cidadão é o propósito que o Ministério Público traz”, acrescentou a promotora Lucineia Vieira Matos, do MPGO. “Ficamos muito contentes com a sensibilidade e com acolhida da secretária de Saúde do DF e do secretário de Goiás. Há uma boa perspectiva para o futuro da população de toda essa região”, finalizou Matos.

Gestores das pastas devem se reunir em novembro para a assinatura do termo de cooperação.

*Com informações da Secretaria de Saúde do DF

Últimas Notícias