Fale com o Governo Ações em Destaques

12/10/22 às 16:00, Atualizado em 13/10/22 às 09:10

Famílias comemoram Dia das Crianças com programação especial no Zoológico

Em celebração à data, os visitantes puderam acompanhar as atividades de estímulo aos animais, além de tendas temáticas e espetáculos teatrais e educativos

Adriana Izel, da Agência Brasília | Edição: Rosualdo Rodrigues

Mais de 12 mil pessoas comemoraram o Dia das Crianças, celebrado nesta quarta-feira (12), no Zoológico de Brasília. Para receber os visitantes, o espaço preparou uma programação especial iniciada a partir das 9h e que se estendeu até as 16h com atividades de enriquecimento animal (estímulos para os bichos saírem do ócio), tendas temáticas e espetáculos teatrais e educativos promovidos pela Fundação Jardim Zoológico de Brasília (FJZB); secretarias de Cultura e Economia Criativa, Esporte e Lazer e Saúde; Detran, Adasa, Emater, Instituto Brasília Ambiental, Caesb e Corpo de Bombeiros.

Foto: Lucio Bernardo Jr. / Agência Brasília
Entre outras atividades, as crianças puderam participar do banho do elefante Chocolate e da avestruz Regina | Fotos: Lucio Bernardo Jr. / Agência Brasília

“Queríamos promover para as crianças que gostam de vir ao Zoo no Dia das Crianças um momento de lazer, principalmente, conhecendo os animais. Fizemos uma programação com os nossos parceiros e outra bem bacana com os animais, em que eles exploram o recinto – que é a casa deles – e a população pode vê-los mais de pertinho e interagir”, explica a diretora de educação ambiental do Zoológico de Brasília, Caroline Trombeta.

O servidor público Cláudio Aguiar Coelho, 60 anos, pai de André, 3 anos, decidiu levar o pequeno ao Zoológico para que ele pudesse ver de perto os animais mais uma vez. No espaço das ariranhas, o menino pedia para ver a girafa. “Ele veio há uns dois anos. Agora, ele quer ver tudo, já conhece os animais e já pede para vê-los”, conta.

Mesmo enfrentando filas para entrar no local, Coelho disse que compensa. “Por ele, vale a pena. Ele já começa a ter um contato com a natureza, aprende a respeitar os animais… Viemos para que ele pudesse curtir e também entender”, comenta. E André decretou o que mais estava gostando no passeio: a oportunidade de brincar.

Já a dona de casa Rosileide Sousa, 26 anos, estava levando o filho Bernardo, 3, pela primeira vez ao local, quando o pequeno conferiu ao vivo a alimentação dos hipopótamos com melancia. “Viemos pela atração. Acho que também pelo movimento, porque acaba que tem uma programação especial. Dá para ver a alegria dele de estar vendo os bichos”, comenta. Sobre a experiência, ela acrescenta: “Achei tudo organizadinho, os bichos são bem tratados. Estou achando 100%”.

O servidor público Cláudio Aguiar levou o filho André, 3 anos, ao Zoo neste domingo: “Ele já conhece os animais e já pede para vê-los”

Luca Vieira, 11 anos, estava em sua terceira visita ao Zoológico, ao lado dos pais Leandro e Camila. Para o menino, voltar ao espaço é uma oportunidade para refletir sobre o que estuda em sala de aula, além de poder ver as dinâmicas envolvendo os animais, um privilégio que não é possível sempre, e celebrar o Dia das Crianças de forma especial.

“Tem uma programação bem diferente para comemorar esse dia bem especial para a gente. Vi os hipopótamos, a girafa, os elefantes, a iguana, os patos. Muita coisa. Pude vê-los [os profissionais do Zoológico] alimentando os animais, mostrando mais ou menos o que eles fazem quando a gente não está aqui”, relata.

Na atividade de enriquecimento animal, as equipes do Zoo estimulam as espécies oferecendo alimentos e ações para que os bichos saiam da situação de ócio

Diversão educativa

A programação relativa aos bichos apresentada ao público é chamada de enriquecimento animal, em que as equipes do Zoo estimulam as espécies oferecendo alimentos e ações para que eles saiam da situação de ócio. “Além de tirar o animal do tédio, porque ele está ali dentro e conhece tudo que está lá – as estruturas, os cheiros –, a gente oferta uma oportunidade desse bicho exercer um comportamento natural”, afirma o supervisor de condicionamento e bem-estar animal do Zoológico, Bryan Amorim.

Entre as atividades acompanhadas pelo público durante o dia estavam a oferta de pinhatas feitas de coco verde com sangue, para que os animais tivessem a chance de explorar o comportamento de caça, e a alimentação dos hipopótamos com uma melancia inteira, proporcionando a abertura total da boca dos animais. Também tiveram os banhos do elefante Chocolate e da avestruz Regina.

Essa é uma prática que ocorre também ao longo da semana no local, seguindo os parâmetros do Zoo de preconizar o bem-estar desses animais. “Tivemos uma programação toda especial voltada para o Dia das Crianças, mas o enriquecimento é feito ao longo de todo o ano, de domingo a domingo”, conta. Os estímulos podem ser ambientais, sociais e cognitivos. “Estamos pensando no bem-estar desse bicho, falando em medicina veterinária preventiva, evitando problemas e doenças”, completa Amorim.

Durante o feriado, o Zoológico de Brasília funcionou de 8h30 às 17h, com ingressos a partir de R$ 10.

Famílias comemoram Dia das Crianças com programação especial no Zoológico

Últimas Notícias