Fale com o Governo Ações em Destaques

29/10/22 às 13:02, Atualizado em 30/10/22 às 10:27

Obra do Túnel de Taguatinga passa por ritual de beleza uma vez por semana

Nesse dia, o canteiro de construção da passagem subterrânea ganha uma grande limpeza; aterro dos canteiros que enfeitarão o boulevard também faz parte do embelezamento

Carolina Caraballo, da Agência Brasília | Edição: Chico Neto

O canteiro de obras do Túnel de Taguatinga passa por um ritual de beleza semanal. O dia não é fixo e costuma ser escolhido de acordo com a quantidade de serviço a ser feito. Tem muito entulho espalhado pelo chão? Os materiais usados estão desorganizados? A poeira está incomodando? Sinal de que a construção precisa de cuidados especiais.

Equipes varrem a área e recolhem restos de concreto de madeira; material é enviado à URE, para reciclagem | Foto: Lúcio Bernardo Jr./Agência Brasília,
Ao chegar à Unidade de Recebimento de Entulho da Estrutural, concreto que vem da obra é triturado e recebe adição de brita, para ser transformado em resto de composto de construção (RCC)

“Nos dias dedicados ao embelezamento da obra, fazemos a varrição e recolhemos todo resto de concreto e madeira”, relata o engenheiro André Borges, um dos responsáveis pela obra. “Enchemos cerca de 12 caminhões com o entulho, cada um com capacidade para transportar 12 m³ de lixo.”

Os resíduos são levados para a Unidade de Recebimento de Entulho (URE) da Estrutural, ligada ao Serviço de Limpeza Urbana (SLU). No local, o concreto vindo da obra é triturado e misturado com brita para dar origem ao resto de composto de construção (RCC), produto usado para recuperar vias não pavimentadas do Distrito Federal.

Canteiros

“Na volta, o mesmo caminhão traz parte da terra proveniente da escavação do túnel”, conta André. Foram retirados 155.261 m³ de solo argiloso no processo de abertura da passagem subterrânea. Para que pudesse ser reaproveitado, o material foi levado para um depósito no 3° Distrito do Departamento de Estradas de Rodagem do DF (DER). “Usamos essa terra para encher os canteiros do boulevard que futuramente vão passar por projeto paisagístico”, complementa o engenheiro.

O serviço está concentrado em dois dos canteiros que vão embelezar o piso superior do Túnel de Taguatinga – um deles mede 2 mil m² e o outro tem 1 mil m². “Usaremos cerca de 1.500 m³ de terra para aterrar e terraplanar os dois espaços”, calcula André. “Esse trabalho já deixa a obra com outra cara. Fica bonito de se ver”.

Obra do Túnel de Taguatinga passa por ritual de beleza uma vez por semana

Últimas Notícias