Fale com o Governo Ações em Destaques

17/11/22 às 19:43

Coletivo Educação pela Arte leva Caravana da Criança a Águas Claras

Alunos do Centro de Educação Infantil Águas Claras receberam, nesta quinta (17), o projeto que conta com recursos de R$ 40 mil do Fundo de Apoio à Cultura do Distrito Federal

Rafael Secunho, da Agência Brasília | Edição: Carolina Lobo

A tarde desta quinta-feira (17) foi de pura animação para a criançada do Centro de Educação Infantil Águas Claras (Ceiac). Elas receberam a visita da Caravana da Criança – projeto do Coletivo Educação pela Arte que leva cultura para escolas da rede pública do DF. Com recursos do Fundo de Apoio à Cultura do Distrito Federal (FAC) da ordem de R$ 40 mil, o grupo de dez artistas realiza apresentações e oficinas para alunos do ensino fundamental.

Cerca de 300 crianças de 4 e 5 anos acompanharam uma divertida apresentação musical misturada com teatro de mamulengos. Além da personagem do fantoche e da contação de história, cada um dos músicos divertiu a criançada com máscaras de animais do cerrado: tatu-bola, lobo-guará, anta, etc. As canções: músicas regionais. Ao final, uma oficina de percussão foi ministrada para parte da garotada.

Crianças de 4 e 5 anos do Ceiac acompanharam a apresentação musical misturada com teatro de mamulengos da Caravana da Criança | Fotos: Tony Oliveira/Agência Brasília
Emanuela Sampaio diz: “A gente aprendeu que tem que tratar bem os animais do cerrado”

A pequena Emanuela Sampaio, 6 anos, adorou a apresentação. “Foi muito legal. A gente aprendeu que tem que tratar bem os animais do cerrado. E que tem que dar comida e água pra eles”, disse.

“Quando a gente sai da sala de aula e fica ao ar livre, nós adoramos”, complementou a garotinha. A escola conta com 370 crianças matriculadas, que acompanharam a caravana divididas em dois turnos.

A vice-diretora da unidade de ensino, Cândida Amaral, afirma que a imersão cultural é fundamental no desenvolvimento dos alunos

O coletivo tem em sua proposta diferentes linguagens culturais como circo, artes cênicas, contação de história e música – esta última é o fio condutor do roteiro. A interatividade entre os artistas, os alunos e os educadores é outro atrativo. Este é o sexto ano de apresentações e, de acordo com integrantes do grupo, já são cerca de nove mil estudantes atendidos em cinco edições.

De acordo com a vice-diretora do Ceiac, Cândida Amaral, esta imersão cultural é fundamental no desenvolvimento dos alunos. “Essa interação da cultura com a criança é fundamental, pois chega próximo do universo em que ela vive: a parte lúdica, a musicalização, as histórias”, explica. “E a caravana traz um pouco de tudo isso”, frisa.

Mais duas escolas este mês

“Nosso objetivo é trazer uma outra visão, a artística, para se juntar à educação formal. Não atuamos como professores, viemos aqui trazer um complemento nesse processo educacional”, conta o idealizador da Caravana da Criança, Nelson Latif. “Queremos trazer a diversidade cultural e engrandecer a formação de cada um”, emenda o educador e músico Ismael Rattis.

Depois de passar pelo Ceiac e por Taguatinga este mês, o coletivo encerra o ano com mais duas apresentações: na Escola Classe (EC) 2, no Guará, nesta sexta-feira (18); e na Escola Classe Colônia Agrícola Vicente Pires (EC CAVP), no próximo dia 21.

Últimas Notícias