Fale com o Governo Ações em Destaques

24/11/22 às 14:02

Estudantes da rede pública são preparados para cursar o ensino médio

Regional do Núcleo Bandeirante promoveu palestras para 1.513 alunos de escolas da região

Agência Brasília* | Edição: Chico Neto

A transição do ensino fundamental para o ensino médio é um momento de mudança importante na vida dos estudantes. Pensando nisso, a Coordenação Regional do Núcleo Bandeirante organizou, ao longo deste mês, seis dias de palestras e bate-papo para todos os alunos da região que estão no nono ano do ensino fundamental.

O professor Nei Vieira em bate-papo com alunos do ensino médio:  “Hoje já estamos adiantando o que espera vocês no próximo ano” | Foto: Mary Leal/SEE

O objetivo é mostrar como funciona o Novo Ensino Médio (NEM) e discutir o futuro da vida adulta que se aproxima. “Vamos começar uma jornada de transformação”, afirma o professor Nei Vieira, que conduziu as palestra. “Hoje já estamos adiantando o que espera vocês no próximo ano. Essa passagem do ensino fundamental para o ensino médio é um momento importante na vida, por isso é necessário ser um estudante ativo, em movimento”.

A Coordenação Regional de Ensino (CRE) do Núcleo Bandeirante atende estudantes de Candangolândia, Riacho Fundo, Riacho Fundo II, Vargem Bonita, Park Way e Núcleo Bandeirante. Todos os 1.513 alunos do nono ano de escolas da rede pública dessas regiões participaram das palestras. 

Os encontros as ajudaram a mostrar o dia a dia do ensino médio, a importância da educação na vida dos jovens e as mudanças que ocorrem no mercado de trabalho. “Foi um despertar para muitas informações”, avalia o estudante do Centro de Ensino Fundamental (CEF) Metropolitana Arthur Soares, 16 anos. “Eu quero cursar relações internacionais e já penso em escolher matérias que se relacionem com isso dentro do ensino médio.”

Protagonismo do estudante


O NEM foi implementado em toda a rede pública neste ano. A matriz curricular é composta pelas disciplinas tradicionais da Formação Geral Básica (FGB) e pelos chamados itinerários formativos (IFs), que possuem eletivas a partir de áreas do conhecimento escolhidas pelo aluno. 

A maior mudança desse formato são os IFs, permitindo aos estudantes escolherem as matérias em que vão se matricular e incentivando o protagonismo estudantil, para que o jovem faça escolhas de acordo com sua vivência e expectativa. Os IFs incluem três bases: Projeto de Vida, Eletivas Orientadas e Trilhas de Aprendizagem. O NEM estimula a autonomia e autoconhecimento do estudante, facilita o ingresso no mercado de trabalho e, dessa forma, objetiva reduzir o abandono e a defasagem escolar.

Confira o Catálogo de Eletivas para o Novo Ensino Médio  

*Com informações da Secretaria de Educação

Últimas Notícias