Fale com o Governo Ações em Destaques

6/12/22 às 11:19, Atualizado em 6/12/22 às 13:24

Divulgado guia sobre novo Índice de Transparência Ativa do DF

Conheça as novas regras do ITA, lançado pela Controladoria-Geral do DF, e saiba quais são os órgãos que atingiram 100% em todas as edições

Agência Brasília* I Edição: Débora Cronemberger

O novo Índice de Transparência Ativa (ITA) foi lançado pela Controladoria-Geral do Distrito Federal (CGDF) nesta segunda-feira (5), durante homenagem aos órgãos do DF que alcançaram 100% de transparência no ITA em todas as edições de que participaram até o ano de 2021. O ITA agora passa a avaliar a transparência passiva, além da ativa que já estava na primeira fase do projeto. Confira aqui o novo Guia de Transparência do DF.

Entre os anos de 2016 e 2021, os órgãos que sempre atingiram 100% no ITA foram: Casa Civil do Distrito Federal (Caci), Secretaria de Obras e Infraestrutura (SODF), Secretaria de Transporte e Mobilidade (Semob), Companhia de Saneamento do Distrito Federal (Caesb) e Companhia Imobiliária de Brasília (Terracap).

Já as administrações regionais passaram a participar da avaliação a partir de 2017. Atingiram 100% em todas as edições até 2021: Administração Regional de Samambaia – RA – XII e Administração Regional do Cruzeiro – RA – XI.

“Os órgãos têm essa nova missão. Conhecer o guia e colocá-lo em prática”, diz o controlador-geral do DF, Daniel Lima | Foto: Divulgação/CGDF

O lançamento do novo ITA e o reconhecimento desses órgãos fazem parte da programação da Semana de Combate à Corrupção de 2022 da CGDF.

Para o controlador-geral do Distrito Federal, Daniel Lima, a transparência é uma evolução e o DF vem progredindo a cada ano.

“Quando o índice começou, em 2016, tivemos apenas 44% de índice geral de transparência ativa. Em 2021, batemos recorde, com 100% dos órgãos atendendo todos os requisitos de transparência ativa. Esse é um trabalho em equipe. Por isso, damos início à Semana de Combate à Corrupção de 2022 da CGDF buscando resultados ainda melhores.  O novo ITA traz novos objetivos e abarca a transparência passiva. Por isso, os órgãos têm essa nova missão. Conhecer o guia e colocá-lo em prática”, ressaltou.

“Nosso objetivo é abrir os dados e as informações públicas para a população, para que ela sinta a segurança de confiar no governo. Não é um trabalho fácil, mas conseguimos, durante esses últimos cinco anos, disponibilizar as informações do nosso órgão”, afirmou a chefe da Ouvidoria da Administração Regional do Cruzeiro, Saionara Pinheiro Sampaio.

*Com informações da CGDF

 

Últimas Notícias