Fale com o Governo Ações em Destaques

9/12/22 às 16:25, Atualizado em 9/12/22 às 16:36

Premiação vai destacar empresas centradas em ações sociais e ambientais

Associação Brasileira de Indústrias de Refrigerantes e Bebidas não Alcoólicas lançou prêmio nessa quinta-feira (8), em evento com participação do vice-governador Paco Britto

Lívio di Araújo, da Agência Brasília | Edição: Rosualdo Rodrigues

O Museu Nacional da República, no Setor Cultural Sul, foi palco na noite desta quinta-feira (8) do lançamento do Prêmio Abir, criado pela Associação Brasileira de Indústrias de Refrigerantes e Bebidas não Alcoólicas (Abir). A primeira edição será em 2023.

O vice-governador Paco Britto destacou o desenvolvimento das indústrias de refrigerante e bebidas não alcoólicas no DF |  Foto: Jaqueline Husni /Agência Brasília

O vice-governador Paco Britto prestigiou o evento e destacou iniciativas de atuação dentro da agenda da entidade em 2022, em especial a temática ESG – Environmental (ambiental, E), Social (Social, S) e Governance (governança, G) -, um conjunto de práticas sustentáveis e socialmente responsáveis.

“Quando se destacam projetos que valorizam boas práticas sociais e ambientais, estamos construindo um novo cenário, estamos caminhando para a evolução, para ser um país tecnológico e sustentável” Vice-governador Paco Britto

A Abir existe há 72 anos, com sede em Brasília,  reunindo fabricantes de refrigerantes, sucos, achocolatados, chás, entre outros, além de indústrias que geram 2 milhões de empregos diretos e indiretos e mais de R$ 16 bilhões em tributos no país.

“O tema ESG está no DNA de todas as empresas do setor de bebidas, e o prêmio é uma forma de reconhecer isso, além de incentivar outros setores”, explicou o presidente da Abir, Victor Bicca. “O DF é um mercado importante para o setor, que também tem muita importância na capital na geração de emprego e renda. Por isso escolhemos a cidade para o lançamento do prêmio.”

A noite serviu, ainda, para homenagear empresas que atuam no mercado, pautadas pela temática ESG, e que receberão troféus da entidade. Entre elas, iniciativas como os compromissos de reciclar 100% das embalagens até 2030 e o de zerar a emissão de carbono até 2040, incentivos a startups, além de ações voltadas para a atração de investimentos privados para ampliação de infraestrutura e revitalização de bacias hidrográficas.

“Algumas empresas nacionais e até regionais têm importância muito grande para o DF na preservação de bacias, além da geração de emprego e renda”, ressaltou Bicca.

“O reconhecimento é combustível para que novas ideias e soluções sejam desenvolvidas”, lembrou o vice-governador. “Quando se destacam projetos que valorizam boas práticas sociais e ambientais, estamos construindo um novo cenário, estamos caminhando para a evolução, para ser um país tecnológico e sustentável.”

Paco destacou, ainda, o desenvolvimento das indústrias de refrigerante e bebidas não alcoólicas no DF. “O governo Ibaneis é um aliado do empreendedorismo. Estamos à disposição para que, a cada dia, melhores condições sejam oferecidas às empresas e aos empresários, pois vocês são geradores de emprego, de renda e de dignidade”, afirmou. “Estamos preparados para que o DF seja um polo de indústrias”.

Premiação vai destacar empresas centradas em ações sociais e ambientais

Últimas Notícias