Fale com o Governo Ações em Destaques

4/4/23 às 14:11, Atualizado em 4/4/23 às 14:28

Rede distrital de combate à violência debate atendimento às vítimas

O grupo une esforços para traçar, em ação conjunta, as políticas de prevenção e de combate crimes contra a mulher

Agência Brasília* | Edição: Chico Neto

Representantes da Secretaria da Mulher (SMDF) participaram, na segunda-feira (3), da reunião da Rede Distrital de Promoção da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar. O grupo discute, desenvolve e analisa as políticas de prevenção de combate à violência de gênero.

Reunião foi composta por mulheres representantes de vários órgãos do GDF | Foto: Vinícius de Melo/Agência Brasília

A mesa, composta exclusivamente por mulheres, teve como principais pautas a avaliação das medidas, como criação da rede de proteção aos órfãos do feminicídio, concessão dos auxílios excepcional e vulnerabilidade e construção do protocolo e fluxo de atendimento às mulheres vítimas de violência doméstica.

“A rede vai acompanhar todas as ações propostas pelo relatório final da força-tarefa, além de atualizar e adequar as atuações de acordo com a realidade que o cuidado à mulher necessita”, afirmou a secretária da Mulher, Giselle Ferreira.

A meta da equipe é a unificação dos procedimentos de acolhimento às vítimas para que não haja a revitimização durante o atendimento nos órgãos governamentais. O destaque foi para o início dos trabalhos de construção do fluxo de recepção e protocolo de todos os entes envolvidos no acolhimento da mulher em situação de violência doméstica.

“A intenção é fazer todo o fluxograma dos passos a serem cumpridos e começar a trabalhar com as ferramentas, como questionários, avaliações de risco, informes e relatórios durante os atendimentos, para que todos os entes sejam informados adequadamente, visando sempre ao melhor tratamento e acolhimento às vítimas”, resumiu Cíntia Costa e Silva, representante do Ministério Público.

Criada por meio do Decreto nº 42.808, de 14 de dezembro de 2021, e coordenada pela SMDF, a rede é composta por representantes das secretarias de Saúde (SES), Desenvolvimento Social (Sedes), Justiça e Cidadania (Sejus), Segurança Pública (SSP) e de Educação (SEE), além da Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros Militar, Tribunal de Justiça, Ministério Público e Defensoria Pública do DF.

Rede distrital de combate à violência debate atendimento às vítimas

*Com informações da Secretaria da Mulher

Últimas Notícias