Fale com o Governo Ações em Destaques

31/5/23 às 15:41

Projeto incentiva leitura entre pessoas em situação de vulnerabilidade

Rolezinho Literário começa nesta quinta-feira, promovendo visitas guiadas a bibliotecas e eventos ao ar livre

Jak Spies, da Agência Brasília I Edição: Débora Cronemberger

O livro como porta de entrada para um novo mundo. Essa é a proposta do Rolezinho Literário, que inicia nesta quinta (1º) e vai atuar com pelo menos 200 moradores de ocupações do Plano Piloto, do Parque da Cidade, do Morro do Macaco e do Morro do Sabão, que ficam em Samambaia.

Com cerca de R$ 200 mil de investimento, o programa recebe apoio do GDF através da Lei de Incentivo à Cultura, da Secretaria de Cultura e Economia Criativa (Secec). Foi um projeto selecionado pela instituição Eixão Digital Eventos Culturais, edital do Instituto Neoenergia Brasília.

Projeto Rolezinho Literário terá visitas guiadas a bibliotecas e incentivará leitura entre pessoas em situação de vulnerabilidade social | Foto: Lúcio Bernardo Jr./Agência Brasília

Serão promovidas visitas guiadas a bibliotecas, eventos literários e pontos de leitura para pessoas em situação de vulnerabilidade social. As primeiras visitas serão na Biblioteca Nacional de Brasília, nesta quinta (1º), das 9h às 11h, e na Biblioteca da Universidade de Brasília, das 14h às 16h. A programação completa está ao final da matéria.

Ao todo, serão 16 visitas guiadas, nos finais de semana de junho a setembro, com grupos de até 50 pessoas, com acompanhamento de bibliotecária, auxiliar de biblioteca e assistente de acessibilidade. A Biblioteca Pública de Brasília e a Gibiteca TT Catalão do Espaço Cultural Renato Russo (508 Sul-W3) também serão visitadas pelos grupos, em outras datas.

Comunidades impactadas

A ação será direcionada a crianças e jovens do Instituto Embalando Sonhos, frequentadores da Escola Meninos e Meninas do Parque e do Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro Pop).

Para Diogo Urquia, coordenador-geral do projeto, o objetivo é as comunidades conhecerem os acervos, serviços como o empréstimo de livros e as atividades oferecidas por esses espaços públicos.

“É um público de extrema vulnerabilidade, que às vezes não se sente à vontade ou nem mesmo sabe que pode frequentar um espaço público. Esse projeto é para que consigam ter contato com novos sonhos que os livros abrem e mudar essa realidade”, observou.

O coordenador acrescentou, ainda, que as atividades vão alcançar jovens que estão naturalmente na fase de definição de caminhos, podendo despertar para continuarem nos estudos e ampliar perspectivas de futuros.

“São pessoas que enfrentam muitas dificuldades para permanecerem estudando e estão longe das escolas, mas que podem ter estimulados o interesse em retomar estudos e ou de ler obras literárias”, ressaltou.

De acordo com Diogo, os ambientes serão preparados para receber a comunidade e proporcionar momentos de integração social.

Piquenique literário

Além das visitas guiadas, quatro eventos abertos vão acontecer entre junho e setembro, com início no dia 17 de junho, às 14h, no gramado perto do Eixo Cultural Ibero-Americano (antiga Funarte). Os demais serão no Parque da Cidade e nos Eixos Sul e Norte (estes aos domingos).

Serão atividades literárias em ambiente de piquenique, como se fosse uma biblioteca ao ar livre. Haverá programação para todas as idades, com livros, autores, contadores de histórias e bibliotecária – além de um kit com acervo literário e uma estante móvel que cada comunidade vai receber, para constituir sua biblioteca comunitária e continuar ampliando as leituras.

Obras selecionadas

Contos, poesia, literatura fantástica, HQs, romances, novelas, crônicas e dicionários estarão presentes nas comunidades participantes do projeto. Foram selecionados livros de alto valor literário, como obras dos prêmios Jabuti, Nobel de Literatura, além de clássicos da literatura e autores de Brasília.

Exemplares de Roger Mello, Miguel de Cervantes, Rubem Alves, Djamila Ribeiro, George Orwell, Júlio Verne, Ana Maria Machado, Clarice Lispector, entre outros farão parte do acervo do Rolezinho Literário. Confira abaixo a agenda prevista do projeto.

Programação

Quinta-feira (1º/6)

→ 9h às 11h: visita guiada na Biblioteca Nacional. Comunidade: Morro do Macaco e Escola de Meninos e Meninas do Parque da Cidade

→ 14h às 16h: visita guiada na Biblioteca da UnB. Comunidade: Morro do Sabão e Escola de Meninos e Meninas do Parque da Cidade

‌Sábado (3/6)

→ 9h às 11h: visita guiada na Biblioteca Nacional. Comunidade: UnB

‌Sábado (17/6)

→ Evento literário aberto Leia na Rua, no Parque da Cidade. Todas as comunidades

‌Sábado (1º/7)

→ 9h às 11h: visita guiada na Biblioteca Nacional. Comunidade: Morro do Sabão

→ 14h às 16h: visita guiada na Gibiteca TT Catalão. Comunidade: UnB

‌Domingo (9/7)

→ Evento literário aberto Leia na Rua, no Eixo Norte – 110. Todas as comunidades

‌Sábado (15/7)

→ 9h às 11h: visita guiada na Gibiteca TT Catalão. Comunidade: Morro do Macaco

→ 14h às 16h: visita guiada na Biblioteca Pública. Comunidade: Parque da Cidade

‌Domingo (6/8)

→ Evento literário aberto Leia na Rua, Eixo Sul – 107. Todas as comunidades

‌Sábado (12/8)

→ 9h às 11h: visita guiada na Gibiteca TT Catalão. Comunidade: Parque da Cidade

→ 14h às 16h: visita guiada na Biblioteca da UnB. Comunidade: UnB

‌Sábado (26/8)

→ Evento literário aberto Leia na Rua, Parque da Cidade. Todas as comunidades

‌Sábado (2/9)

→ 9h às 11h: visita guiada na Biblioteca Pública. Comunidade: Morro do Macaco

→ 14h às 16h: visita guiada na Biblioteca Nacional. Comunidade: Parque da Cidade

‌Sábado (16/9)

→ 9h às 11h: visita guiada na Biblioteca Pública. Comunidade: Morro do Sabão

→ 14h às 16h: visita guiada na Biblioteca da UnB. Comunidade: Morro do Macaco

‌Sábado (23/9)

→ 9h às 11h: visita guiada na Gibiteca TT Catalão. Comunidade: Morro do Sabão

→ 14h às 16h: visita guiada na Biblioteca Pública. Comunidade: UnB

*As datas e locais podem sofrer alteração.

Mais informações no site, no Facebook ou no Instagram do projeto.

 

Últimas Notícias