Fale com o Governo Ações em Destaques

4/8/23 às 15:38, Atualizado em 4/8/23 às 15:59

IA reduz em 70% reclassificação de demandas de ouvidoria

Robô IZA, da Controladoria-Geral do Distrito Federal, determina se o relato feito pelo cidadão é uma reclamação, uma sugestão, uma solicitação de serviço, um elogio ou uma denúncia

Agência Brasília* | Edição: Igor Silveira

A robô IZA, inteligência artificial da Controladoria-Geral do Distrito Federal (CGDF), vem colecionando números positivos. Ela tem realizado um trabalho fundamental para agilizar a abertura de demandas de ouvidoria e, consequentemente, o atendimento delas. Desde dezembro de 2022, quando começou a atuar no Participa DF, plataforma para abrir uma ouvidoria pela internet, IZA conseguiu reduzir em 70% a reclassificação das demandas. Isso porque agora ela determina se o relato feito pelo cidadão é uma reclamação, uma sugestão, uma solicitação de serviço, um elogio ou uma denúncia.

Antes, era necessário o esforço de, pelo menos, três servidores da ouvidoria, trabalhando cinco horas por dia, todos os meses, para reclassificar todas as demandas que chegavam com a classificação errada. Graças a essa mudança na classificação dos registros, foi possível aumentar a força de trabalho nas ouvidorias do GDF, já que agora não é preciso reclassificar as demandas recebidas. Além disso, a IZA também sugere o melhor assunto, de acordo com o relato feito pela pessoa. Anteriormente, o cidadão precisava escolher, além das seis tipologias de classificação disponíveis, entre mais de 1.200 assuntos diferentes, para só então conseguir escrever o relato.

IZA sugere o melhor assunto, de acordo com o relato feito pela pessoa | Foto: Geovana Albuquerque/Agência Brasília

O controlador-geral do DF, Daniel Lima, conta como foi a elaboração do projeto de IA na Controladoria: “Aproveitamos o talento dos servidores da própria CGDF e entregamos inovação. Todo o nosso empenho em trazer uma tecnologia mais avançada tem o objetivo claro de melhorar as entregas para a população. Não estamos pensando somente no hoje, mas em dar ao cidadão brasiliense possibilidades que tenham impactos positivos a curto e longo prazos”.

A ouvidora-geral do DF, Cecília Fonseca, também conta que houve mais benefícios com a utilização da inteligência artificial: “O tempo gasto no preenchimento da manifestação no Participa DF foi reduzido em dois terços e o usuário passou a gastar apenas 33% do tempo que gastava para registrar uma manifestação. Isso significa que, se uma pessoa levava uma hora para abrir uma ouvidoria, agora ela leva apenas 20 minutos”, enfatizou a ouvidora-geral do DF, Cecília Fonseca.

“Aproveitamos o talento dos servidores da própria CGDF e entregamos inovação. Todo o nosso empenho em trazer uma tecnologia mais avançada tem o objetivo claro de melhorar as entregas para a população” Daniel Lima, controlador-geral do DF

Controlcast sobre IA

Em dezembro de 2022, a IZA foi disponibilizada para o cidadão com o lançamento do Participa DF, endereço virtual que une em um só lugar e com um único login os sistemas de registro de ouvidoria e o de pedido de acesso à informação ao Governo do Distrito Federal (GDF).

Todo o processo de desenvolvimento e implementação da Inteligência Artificial da Controladoria-Geral do DF é explicado no primeiro episódio do Controlcast, o podcast da CGDF.

Mais inovação

A Controladoria-Geral do DF também está trabalhando para implementar mais um robô de inteligência artificial que vai categorizar automaticamente as despesas públicas de acordo com o objeto do contrato. A ideia é verificar se o lançamento da categoria e do grupo da despesa pública está em conformidade com a legislação e minimizar erros humanos, agilizando o processo classificatório quando o assunto é orçamento público.

O Governo do Distrito Federal, por meio da Secretaria de Planejamento, Orçamento e Administração (Seplad), também tem disponível a assistente virtual ÍRIS, que, agora, contempla as interações de Ouvidoria. A integração foi proposta pela Ouvidoria-Geral do DF, unidade da Controladoria-Geral do DF, para facilitar o acesso do cidadão, apresentando os serviços da Ouvidoria por meio do chatbot.

*Com informações da Controladoria-Geral do Distrito Federal (CGDF)

Últimas Notícias