Fale com o Governo Ações em Destaques

18/9/23 às 09:39

Nova farmácia no Hospital da Região Leste agiliza atendimentos emergenciais

Espaço inaugurado nesta segunda-feira (18) é estratégico para equipes do pronto-socorro e assegura melhor assistência aos pacientes

Agência Brasília* I Edição: Débora Cronemberger

Um novo espaço destinado a fornecer suprimentos para os atendimentos emergenciais começou a funcionar no Hospital da Região Leste (HRL-Paranoá) nesta segunda-feira (18). A farmácia satélite, estrategicamente localizada na unidade, ajudará as equipes do pronto-socorro (PS) a agilizar a assistência aos pacientes, pois ficará no próprio setor, evitando grandes deslocamentos dos profissionais.

Sem precisar se deslocar até a unidade central de farmácia do HRL, profissionais do pronto-socorro conseguem reduzir tempo de espera do paciente, além de terem mais controle dos estoques | Fotos: Illa Balzi/Agência Saúde-DF

Antes, as equipes do PS precisavam se deslocar até a Unidade de Farmácia Hospitalar para buscar os medicamentos. Agora, a farmácia satélite fornece um estoque próximo para retirada, diminuindo o trânsito das equipes pelo hospital e reduzindo o tempo de espera do paciente.

O chefe da Assessoria de Planejamento da Região Leste, Alberto Sabala, explica que um servidor do HRL pode andar mais de seis quilômetros por plantão de 12h dentro do hospital e que a maior parte deste deslocamento é entre o pronto-socorro e a farmácia. “Além de diminuir esse tráfego, as unidades satélites permitem melhor gestão de estoques e interação entre equipes, aproximando o farmacêutico dos demais membros das equipes multidisciplinares.”

Benefício aos pacientes

Hospital da Região Leste (HRL-Paranoá) ganha farmácia satélite no pronto-socorro, que atende diariamente uma média de 390 pacientes

A redução no tempo de espera para os pacientes é um dos pontos altos na avaliação da supervisora de enfermagem do Pronto-Socorro Adulto do HRL, Leilane Marques da Mata. “Perdemos muito tempo entre buscar os medicamentos na farmácia [central] e retomar o atendimento aos pacientes”, afirma. Outro benefício da farmácia satélite é permitir mais controle também dos medicamentos psicotrópicos, que ficaram mais acessíveis à equipe.

“A previsão é de uma melhora no fluxo de trabalho, evitando filas e sobrecargas”, reforça a chefe da Farmácia Hospitalar do HRL, Negi da Luz. A solicitação para a abertura da unidade de farmácia no pronto-socorro foi feita em abril deste ano e concluída em setembro.

O hospital – que é referência para os moradores do Paranoá, do Itapoã, de São Sebastião e do Jardim Botânico – atende, em média, 390 pacientes por dia no pronto-socorro, incluindo as urgências e emergências de clínica médica, ortopedia, ginecologia e obstetrícia, pediatria e cirurgia geral. São 41 leitos, contando com a sala vermelha (para pacientes mais graves) e enfermarias mistas adulto e infantil, além de leitos de precaução, destinados a pacientes que necessitem de cuidados extras, por exemplo, em casos de infecção por bactéria multirresistente.

Farmácia hospitalar

‌‌A Unidade de Farmácia Hospitalar existente no HRL continuará funcionando para atender às demandas dos pacientes internados. A rotina de trabalho no local é de separação e conferência dos medicamentos solicitados pelas equipes médicas. “Separamos individualmente e cada carrinho sai para os respectivos andares. Isso é feito uma vez ao dia, de forma que os pacientes terão acesso aos seus medicamentos por 24h”, relata a farmacêutica hospitalar no HRL Tyara Souza.

‌A Região de Saúde Leste é destaque neste indicador, proposto pelo Acordo de Gestão Regional (AGR). “Hoje conseguimos alcançar 100% de leitos dos hospitais com a implementação do sistema de distribuição por dose individualizada”, destaca Alberto Sabala.

*Com informações da Secretaria de Saúde

Últimas Notícias