Fale com o Governo Ações em Destaques

28/9/23 às 19:46, Atualizado em 28/9/23 às 21:05

Escolas públicas e particulares participam de seminário sobre segurança

Palestras voltadas para comunidade do segmento abordaram temas como crimes cibernéticos, Lei Maria da Penha e gestão de riscos em ambiente escolar

Agência Brasília* | Edição: Saulo Moreno

Com objetivo de fomentar o conhecimento no campo da segurança pública escolar, a Polícia Militar do DF (PMDF), por meio do Batalhão Escolar (Bpesc), realizou, nesta quinta-feira (28), o 1º Seminário de Segurança Pública no Ambiente Escolar. Representantes das redes de ensino pública e particular do DF participaram do evento, realizado no auditório do Colégio La Salle, na Asa Sul.

“Acredito na educação e acredito, também, na transversalidade desse tema. A formação escolar é essencial para formação de nossas crianças e tenho certeza que este seminário será realizado outras vezes” Sandro Avelar, secretário de Segurança Pública do DF

O seminário, promovido por meio de parceria do Bpesc com as secretarias de Segurança e de Educação e do Sindicato dos Estabelecimentos Particulares de Ensino do Distrito Federal (Sinepe-DF), foi dividido em diferentes painéis. As temáticas escolhidas foram: atividades do Bpesc, prevenção ao crime por meio do design do ambiente escolar, convivência escolar e cultura de paz, Maria da Penha vai à Escola, segurança escolar e gestão de riscos, segurança no perímetro de segurança escolar, ocorrências escolares e crimes cibernéticos.

“Acredito na educação e acredito, também, na transversalidade desse tema. A formação escolar é essencial para formação de nossas crianças e tenho certeza que este seminário será realizado outras vezes”, ressaltou o secretário de Segurança Pública, Sandro Avelar. “Somos referência na faixa de pedestres e tenho certeza que seremos também nesta temática”, completou.

O secretário Sandro Avelar ressaltou que o DF, também na segurança escolar, vai ser exemplo para o país: “Somos referência na faixa de pedestres e tenho certeza que seremos também nesta temática” | Foto: Divulgação/SSP-DF
“Traçamos iniciativas de proteção e acolhimento aos estudantes, professores e vem dando muito certo. Aos poucos, estamos conseguindo mais espaços nas escolas, seja com palestras, atendimento especializado ou apoio expressivo do Batalhão Escolar dentro das unidades” Hélvia Paranaguá, secretária de Educação

A secretária de Educação do DF, Hélvia Paranaguá, destacou a importância da união de diferentes órgãos no cuidado com os estudantes. “Eu conversei muito com governador Ibaneis Rocha, com a SSP, a PMDF e o Batalhão Escolar, que precisávamos iniciar uma ação conjunta em prol da comunidade escolar. Traçamos iniciativas de proteção e acolhimento aos estudantes, professores e vem dando muito certo. Aos poucos, estamos conseguindo mais espaços nas escolas, seja com palestras, atendimento especializado ou apoio expressivo do Batalhão Escolar dentro das unidades”, pontuou.

A subcomandante da PMDF, coronel Ana Paula Barros, ressaltou a importância da integração dos diferentes órgãos para que o ambiente escolar tenha mais segurança. “Crianças e adolescentes precisam se sentir seguras para estudar, assim como toda a comunidade escolar, que se empenha diariamente para proporcionar educação de qualidade. Nosso papel é proporcionar essa segurança, que não se faz apenas com a polícia, mas com a participação de todos.”

A prevenção foi a motivação para realização do evento, com explica a comandante do Batalhão Escolar, tenente-coronel Renata Braz. “A iniciativa tem como objetivo trabalhar assuntos para o enfrentamento da violência escolar, que tem sido monitorada no DF, mas esperamos contribuir apresentando informações que possam contribuir para que as escolas trabalhem com gestão de risco e implementação de ações preventivas inovadoras”, afirmou.

Palestra 

A maior parte dos palestrantes integram as forças de segurança. Para o subsecretário de Gestão da Informação, coronel Célio Dutra, que ministrou a palestra sobre gestão de risco, o seminário fortalece a ideia de ‘Paz nas Escolas’. “Isso ocorre a partir do compartilhamento de boas práticas, tendo como objetivo comum melhorar o ambiente escolar, aumentar a sensação de segurança, diminuir o medo do crime e a incentivar a comunidade escolar a se apropriar dos espaços escolares, fortalecendo toda a rede”.

Para o juíz de Direito do Tribunal de Justiça do DF (TJDFT), Ben-Hur Viza, responsável pela palestra Maria da Penha vai à Escola, o seminário foi uma importante iniciativa para segurança pública e demonstra a preocupação do Estado com a proteção de estudantes e profissionais de educação. “Foram tratados temas importantes e metodologias modernas para se fazer segurança de forma efetiva no ambiente escolar”.

*Com informações da SSP-DF

Últimas Notícias