Fale com o Governo Ações em Destaques

10/10/23 às 18:27

Divulgadas normas para gestores do Programa Jovem Candango

Texto publicado no DODF disciplina conduta de órgãos do GDF para garantir mais transparência no acompanhamento dos internos

Agência Brasília* | Edição: Saulo Moreno

A Secretaria da Família e Juventude do DF (SEFJ-DF) divulgou no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) desta terça-feira (10) as regras do programa Jovem Candango sobre a conduta dos órgãos do Governo do Distrito Federal (GDF) que receberão esses jovens para atuarem em suas respectivas unidades. O texto ressalta desde a ambientação dos contratados ao órgão, à concessão de férias, controle de frequência e medidas administrativas importantes para o aprimoramento e melhor condução do programa.

“O nosso compromisso é com a garantia de direitos às centenas de jovens atendidos pelo programa e às suas famílias com o monitoramento adequado e a sua plena execução” Rodrigo Delmasso, secretário da Família e Juventude

Dessa forma, a publicação formaliza o acompanhamento interno do programa fornecendo transparência à população. “O nosso compromisso é com a garantia de direitos às centenas de jovens atendidos pelo programa e às suas famílias com o monitoramento adequado e a sua plena execução”, destaca o secretário da SEFJ, Rodrigo Delmasso.

O programa Jovem Candango é fruto de uma colaboração entre as secretarias de Educação (SEE), de Governo (Segov) e da Família e Juventude (SFJ) com a Rede Nacional de Aprendizagem, Promoção Social e Integração (Renapsi) e a Organização Jerônimo Candinho. Além de garantir uma vaga como jovem aprendiz, a pessoa inscrita participa de um curso teórico um dia por semana, com temas referentes ao mercado de trabalho.

A iniciativa visa a formação técnico-profissional de adolescentes que estejam cursando o ensino fundamental ou médio, pertençam a famílias de baixa renda, sejam oriundos de programas governamentais ou estejam em situações de vulnerabilidade dentro dos órgãos do governo.

No último ciclo, a SEFJ-DF abriu 1.800 vagas para jovens com idade entre 15 e 18 anos com a inclusão de novas cotas.

Cerca de 300 jovens foram contratados em agosto deste ano para atuarem nos órgãos do GDF. Eles são chamados conforme cronograma estabelecido pela secretaria.

*Com informações da SEFJ-DF

Últimas Notícias