Fale com o Governo Ações em Destaques

17/10/23 às 19:38

Com empate, duas merendeiras do Guará avançam para semifinal de concurso

A seleção aconteceu durante dois dias. Um prato doce e outro salgado venceram a disputa

Agência Brasília* | Edição: Igor Silveira

O concurso Sabor de Escola, que busca destacar os talentos culinários das merendeiras e merendeiros de escolas públicas do Distrito Federal, teve uma emocionante etapa realizada durante dois dias na Coordenação Regional de Ensino do Guará. Com direito a empate, dois pratos, sendo um doce e outro salgado, foram selecionados para representar a região na semifinal.

As duas premiadas da etapa regional do concurso que se aproxima da reta final, Carla Daiane e Cristina de Carvalho | Fotos: Divulgação/SEE-DF

De acordo com o edital do concurso, em caso de empate, o critério de desempate é a escolha do prato mais fácil de ser reproduzido na merenda escolar em grande quantidade. Essa regra levou à vitória de um prato que, além de saboroso, é prático e acessível para ser servido nas escolas: um pavê de frutas.

Criado pela merendeira Carla Daiane, do CEF 02 da Estrutural, a sobremesa conquistou os jurados e ganhou sua vaga na semifinal. Carla comentou sobre o seu prato. “Eu quis criar um prato que fosse saudável, gostoso e simples de fazer, pensando nas crianças que vão experimentar. Fico muito feliz por representar minha escola e a Estrutural nesse concurso”. O pavê de frutas impressionou os jurados pela combinação de sabores e leveza durante a degustação.

Cristina de Carvalho representou a Escola Classe 7 do Guará com um risoto suíno com aligot de mandioca e cebola caramelizada assada

A outra merendeira talentosa a conquistar um lugar na próxima etapa foi Cristina de Carvalho, que representou a Escola Classe 7 do Guará. Ela preparou o risoto suíno com aligot de mandioca e cebola caramelizada assada. Sua criação foi um prato mais elaborado, mas que se mostrou viável para a merenda escolar. Cristina comentou sobre novos pratos e criações no lanche das crianças. “Eu quis trazer um sabor mais refinado para o concurso, mostrando que é possível inovar na merenda das escolas. Gratificante poder representar o Guará na próxima etapa e, quem sabe, chegar na semifinal”, disse confiante.

Na reta final do Concurso Sabor de Escola, apenas três Coordenações Regionais de Ensino ainda não selecionaram os dois profissionais que avançarão para a semifinal. As participantes de Taguatinga, Ceilândia e Brazlândia estão ansiosas, pois a expectativa é alta. Com cada etapa que passa, a emoção cresce e a competição fica cada vez mais acirrada.

Os participantes estão à beira de descobrir quem será o grande vencedor deste desafio gastronômico. O Sabor de Escola continua a unir paixão, criatividade e amor pela culinária, tornando-se um evento esperado é importante para a valorização das profissionais que preparam as merendas escolares, que são as merendeiras.

*Com informações da Secretaria de Educação do Distrito Federal (SEE-DF)

Últimas Notícias