Fale com o Governo Ações em Destaques

28/10/23 às 14:55, Atualizado em 28/10/23 às 14:58

Programa Água Legal vai cadastrar 350 famílias do Arapoanga

O registro para regularização dos serviços de saneamento será feito na sede da Associação dos Moradores do Setor Habitacional Aprodarmas

Josiane Borges, da Agência Brasília | Edição: Saulo Moreno

Neste domingo (29), das 10h às 16h, a Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) irá cadastrar os moradores do Assentamento Terra Nova, no Arapoanga, no programa Água Legal, que tem como objetivo regularizar e ampliar os serviços de saneamento para as populações atualmente abastecidas por sistemas precários ou por ligações irregulares de água. A expectativa é cadastrar 350 famílias.

“Além de levar saneamento básico, o programa atua para melhorar as condições de saúde pública nas comunidades atendidas” Luís Antônio Reis, presidente da Caesb

Para os moradores que não puderem comparecer no domingo, o cadastramento continuará até o dia 10/11, por meio do link disponível para WhatsApp. Os interessados deverão apresentar documento de identidade com foto, CPF e o Termo de Solicitação de Serviços da Caesb preenchido e assinado.

“Além de levar saneamento básico, o programa atua para melhorar as condições de saúde pública nas comunidades atendidas”, afirma o presidente da Caesb, Luís Antônio Reis. O cadastramento servirá de base para o planejamento da rede de água da cidade.

A Caesb está investindo mais de 10 milhões na região de Planaltina e Arapoanga em obras de setorização, adequação e substituição de redes. A setorização de redes tem o objetivo de reduzir perdas e melhorar a qualidade da água fornecida à população | Foto: Geovana Albuquerque/Agência Brasília

O administrador do Arapoanga, Sérgio de Araújo, acredita que, mesmo que o local ainda não seja um setor regularizado da cidade, os moradores precisam ser abastecidos de maneira legal. “A água deve ser acessível a todos, eles têm direito a esse benefício, e estamos trabalhando em conjunto com a Caesb para ampliar o acesso. Acredito que, em breve, proporcionaremos mais qualidade de vida a todos os moradores”, afirma. Ainda segundo o administrador, outras 300 famílias que residem no Condomínio Jatobá serão as próximas a serem atendidas pelo programa.

De acordo com a administração, a Caesb está investindo mais de 10 milhões na região de Planaltina e Arapoanga em obras de setorização, adequação e substituição de redes. A setorização de redes tem o objetivo de reduzir perdas e melhorar a qualidade da água fornecida à população.

Por meio do Programa Água Legal, o GDF já forneceu água tratada para mais de 12 mil pessoas, investindo R$ 4.423.748,67 em mais de 4 mil instalações. De acordo com a Caesb, outras 34 mil instalações de água que podem ser legalizadas nos domicílios do DF foram mapeadas. A iniciativa procura também melhorar as condições de saúde pública nas comunidades atendidas.

Últimas Notícias