Fale com o Governo Ações em Destaques

30/10/23 às 20:23

Conferência Distrital de Juventude elege representantes para etapa nacional

Delegados escolheram os jovens que apresentarão propostas de políticas públicas ao governo federal

Agência Brasília* | Edição: Saulo Moreno

A etapa da Conferência Distrital de Juventude reuniu jovens de todo o DF, na sede da Secretaria da Família e Juventude (SEFJ-DF), coordenadora das ações, para discutir políticas públicas e candidatar-se à uma das 16 vagas disponíveis de representação na conferência nacional, marcada para dezembro deste ano. Os participantes de 15 a 29 anos foram eleitos delegados pela fase das conferências regionais e outra parte de inscritos via site da SEFJ, conforme as regras apontadas pelo regimento interno divulgado.

“As conferências foram um marco importante no aprimoramento das ações diretamente com quem realmente vai receber os impactos das políticas e na tomada das decisões do governo” Rodrigo Delmasso, secretário da Família e Juventude do DF

Foram escolhidos um representante para cada eixo temático proposto:

I – Direito a cidadania, participação social e política e representação juvenil
II- Direito a educação
III- Direito a profissionalização, ao trabalho e a renda
IV- Direito a diversidade e a igualdade
V- Direito a saúde
VI- Direito a cultura
VII- Direito a comunicação e a liberdade de expressão
VIII- Direito ao desporto e ao lazer
IX- Direito à sustentabilidade e ao meio ambiente
X- Direito a território e mobilidade
XI- Direito a segurança pública e ao acesso à Justiça
XII- Sistema Nacional de Juventude – Sinajuve

Os candidatos foram votados pelos demais presentes, que escolheram um representante oficial por tema. As outras quatro vagas foram preenchidas por representantes da sociedade civil que apresentaram as suas propostas avaliadas e também votadas pela plenária | Foto: Divulgação/SEFJ

Cada delegado escolheu um tema da sua preferência e apresentou propostas de políticas públicas que promovam melhorias na qualidade de vida e bem-estar dos jovens do DF. Ao final, os candidatos foram votados pelos demais presentes, que escolheram um representante oficial por tema. As outras quatro vagas foram preenchidas por representantes da sociedade civil que apresentaram as suas propostas avaliadas e também votadas pela plenária.

Após a seleção dos delegados representantes para a 4ª Conferência Nacional, os jovens foram divididos em grupo para a seleção final de três propostas para cada tema. Todas as sugestões serão compiladas em um único documento para serem entregues à Secretaria Nacional da Juventude.

Para Beatriz Aurora, participante da conferência, realizada na sexta-feira (27), a iniciativa é importante para a construção de políticas que atendam aos anseios da população jovem, engajando-os no processo de construção. “Eu estou muito feliz pela participação porque são políticas públicas pensadas e feitas para nós. Então, é muito importante. Uma realização estarmos aqui e contribuirmos com a nossa opinião, falar sobre as nossas ideias e mostrar como pensamos, afirma.”

Protagonismo jovem que o secretário da SEFJ, Rodrigo Delmasso, reforça nas ações promovidas pelo órgão. O gestor ressalta que a escuta dos jovens e o diálogo direto com essa população é a proposta do Governo do Distrito Federal (GDF) para uma população jovem mais engajada na criação das políticas públicas. “As conferências foram um marco importante no aprimoramento das ações diretamente com quem realmente vai receber os impactos das políticas e na tomada das decisões do governo”, avalia Delmasso.

Para a etapa nacional está prevista a participação de mais de mil jovens, segundo a expectativa da assessora da Secretaria Executiva do Conselho Nacional da Juventude, Bruna Pilati, que prestigiou a Conferência Distrital. “É muito importante ver a mobilização da juventude do Distrito Federal engajada, participando do processo, se colocando ativamente para conseguirmos construir um DF com políticas públicas melhores para a gente”, destaca a servidora.

*Com informações da SEFJ-DF

Últimas Notícias