Fale com o Governo Ações em Destaques

3/11/23 às 19:58, Atualizado em 3/11/23 às 20:11

Planaltina recebe ações do governo após fortes chuvas do feriado

Cerca de 100 pessoas trabalharam na remoção de árvores e postes caídos. Áreas do Vale do Amanhecer foram as mais afetadas pelo temporal registrado no Dia de Finados

Catarina Loiola, da Agência Brasília | Edição: Igor Silveira

Cerca de 100 pessoas atuaram na contenção dos danos causados pela chuva em áreas do Vale do Amanhecer, em Planaltina, durante todo o dia nesta sexta-feira (3). Um forte temporal, que durou aproximadamente 20 minutos, atingiu a região na tarde da quinta-feira (2), Dia de Finados, e resultou na queda de cinco postes de energia, de galhos e de troncos de árvores, além do destelhamento de residências e quedas de muro.

Na manhã desta sexta, novos postes de energia foram instalados e as árvores afetadas pelo temporal começaram a ser retiradas | Fotos: Joel Rodrigues/Agência Brasília

Assim que os danos foram notificados, a demanda passou a ser prioridade do Governo do Distrito Federal (GDF). Foram mobilizados servidores do programa GDF Presente, da Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap), da Defesa Civil, do Corpo de Bombeiros Militar (CBMDF), do Serviço de Limpeza Urbana (SLU), da Administração Regional de Planaltina e da concessionária Neoenergia.

“Quando a Defesa Civil emitiu um alerta sobre o risco de tempestade, alertamos a nossa equipe e, assim que as chuvas começaram, já tínhamos acionado o grupo de monitoramento”, afirma o administrador regional de Planaltina, Wesley Fonseca Fraga. Segundo ele, não houve nenhuma ocorrência de ferimentos e nem de incidentes envolvendo eletricidade entre os moradores. A Defesa Civil também não verificou nenhuma residência com risco de desabamento.

Nas quadras CR 74, 73 e 72, a fiação elétrica caiu em cima das casas, causando o desligamento temporário da rede, além da queda do muro de uma residência e destelhamento de outras. Já no Setor Central do Vale do Amanhecer, onde está localizada a Escola Classe Mestre D’Armas, a queda de uma árvore prejudicou a estrutura de um muro.

Cerca de 100 pessoas atuaram na contenção dos danos causados pela chuva em áreas do Vale do Amanhecer, em Planaltina

“A árvore caiu e derrubou o muro. Os bombeiros nos ajudaram com o corte dela, com motosserra, e nós, do GDF Presente e da Novacap, fizemos a remoção dos galhos. Outras árvores na mesma avenida também caíram e já fizemos a limpeza para desobstruir a via”, revela o coordenador do Polo Nordeste, Guilherme Tabosa. “A resposta foi imediata graças ao grupo de emergência em que estão todos os responsáveis por cada órgão. Trabalhamos em conjunto para proteger a população”, acrescenta.

Resolução

Na quinta (2), após o temporal, bombeiros e funcionários da empresa de fornecimento de energia da capital atuaram na proteção dos moradores e no desligamento da rede de energia. Em seguida, a concessionária começou a reconstrução da rede e a substituição dos postes. “Em pouco mais de 2 horas, a energia foi normalizada para 60% dos moradores. Em menos de 4 horas, 99,94% dos clientes afetados foram normalizados. Nossas equipes seguiram durante a madrugada e no dia de hoje atuando nos reparos e reconstrução das redes”, informou a concessionária, em nota.

O estudante João Carlos da Silva, 18 anos, estava cuidando do bar da família na CR 74 quando ocorreu o temporal. “A ventania começou e eu fui guardar as cadeiras para não voarem e, no que voltei para a garagem, escutei o barulho do poste caindo. Coloquei o meu irmão no carro, onde achei ser mais seguro, e fui tentar proteger a televisão e a geladeira, porque umas telhas tinham voado”, relata. A assistência do governo chegou pouco depois. “O pessoal chegou rápido, tinham uns dez caminhões aqui. Muita gente veio ajudar, graças a Deus”, completa.

Uma equipe extra do SLU foi enviada para Planaltina para fazer a varrição e catação manual, além da varrição mecanizada, nas áreas atingidas pelas chuvas

Na manhã desta sexta (3), novos postes de energia foram instalados e as árvores afetadas pelo temporal começaram a ser retiradas. Participaram servidores do Departamento de Parques e Jardins (DPJ), da Novacap, e dos polos Norte, Nordeste e Nordeste Rural do GDF Presente. Além disso, uma equipe extra do SLU foi enviada para Planaltina para fazer a varrição e catação manual, além da varrição mecanizada, nas áreas atingidas pelas chuvas. No total, participaram 16 garis e um fiscal, com apoio de quatro caçambas. Até esta sexta, foram recolhidas 240 toneladas de lixo.

O chefe do DPJ, Raimundo Silva, afirma que foram recolhidas seis árvores no Vale do Amanhecer, das quais duas caíram devido ao temporal e quatro ficaram prejudicadas, sendo necessária a remoção. Os troncos serão encaminhados para leilão público. Já as folhas e galhos caídos foram triturados e vão para compostagem.

“Planaltina é uma região que está muito bem assistida. Neste ano, já fizemos 4.053 intervenções, que são as podas e as erradicações preventivas. Isso é o que faz com que o número de queda de árvores seja mínimo”, afirma Raimundo. “Também é importante frisar que qualquer plantio em área pública deve passar pela Novacap para evitar o plantio de espécies erradas e em locais errados, já que 90% das árvores que caem no DF não foram plantadas pela Novacap”, completa.

Resposta rápida

Para dar celeridade nas respostas em caso de fortes chuvas e outras ocorrências, o GDF editou, em outubro, a Portaria nº 89, que dividiu o DF em 15 grupos multidisciplinares e designou responsáveis para a organização e envio de equipes para os locais afetados. O texto garante a mobilização de profissionais, veículos, equipamentos, maquinários e insumos necessários para o atendimento das ocorrências a qualquer hora do dia, sete dias por semana.

03/11/2023 - Planaltina recebe ações do governo após fortes chuvas do feriado

Últimas Notícias