Fale com o Governo Ações em Destaques

24/11/23 às 11:26, Atualizado em 24/11/23 às 18:01

Agências do trabalhador terão atendimento ampliado e mais acessibilidade

DF será a primeira unidade da Federação a modernizar os espaços de acordo com os padrões do Sistema Nacional de Emprego (Sine). Só em 2023, as 14 unidades já atenderam 187 mil pessoas

Victor Fuzeira, da Agência Brasília | Edição: Vinicius Nader

O Governo do Distrito Federal (GDF) vai investir mais de R$ 733 mil na modernização das sedes das agências do trabalhador de Taguatinga e do Plano Piloto. A reforma busca adequar as unidades aos padrões do Sistema Nacional de Emprego (Sine).

“O DF está na vanguarda, sendo a primeira unidade da Federação a iniciar as obras de padronização das agências do trabalhador”, enfatiza Ivan Alves, secretário-adjunto da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda (Sedet).

Entre as adequações previstas, estão a reforma de fachadas e ampliação da acessibilidade nas unidades, com a instalação de piso tátil para deficientes visuais e demais adequações estruturais necessárias para atender a pessoas com deficiência | Fotos: Lucio Bernardo Jr/ Agência Brasília

Apenas neste ano, as agências do trabalhador registraram mais de 187 mil atendimentos, sendo 170 mil de intermediação de mão de obra e os outros 17 mil de seguro desemprego. O secretário-adjunto destaca que as benfeitorias permitirão modernizar e melhorar os atendimentos à população. “Além disso, essas adequações visam a implantação do programa Casa do Trabalhador, de iniciativa do governo federal. Todas as unidades da federação que aderiram ao programa precisarão seguir essa padronização”, detalha.

Entre as adequações previstas, estão a reforma de fachadas e ampliação da acessibilidade nas unidades, com a instalação de piso tátil para deficientes visuais e demais adequações estruturais necessárias para atender a pessoas com deficiência (PcD).

“Além disso, essas adequações visam a implantação do programa Casa do Trabalhador, de iniciativa do governo federal” Ivan Alves, secretário-adjunto da Sedet

Além disso, os espaços passarão a contar com terminais de atendimento e laboratórios de informática. Há, também, a previsão de instalação de áreas para atendimento com a oferta de serviços psicológicos, assistentes sociais ou outros profissionais aptos para orientar os trabalhadores sobre a carta de serviços do Sine.

Isso sem falar na aquisição de equipamentos para trazer mais conforto aos servidores e usuários. A lista inclui a compra de computadores completos, impressoras, mobiliário, máquinas de ar-condicionado, entre outros.

Mais reformas

O GDF não investiu apenas na reforma das agências do trabalhador do Plano Piloto e de Taguatinga. Recentemente, passaram por melhorias estruturais e no atendimento às unidades de Brazlândia, Santa Maria, Gama, Estrutural, São Sebastião, Ceilândia, Sobradinho e Riacho Fundo II.

Os espaços receberam investimento de R$ 7 milhões em melhorias para adequações nas sedes. Hoje, além de padronizadas e mais acessíveis, os espaços oferecem atendimentos psicossociais e com profissionais de gestão de recursos humanos, isso sem falar no registro de candidatos às vagas de emprego em oferta.

Mais de 187 mil atendimentos foram feitos nas agências do trabalhador entre janeiro e novembro deste ano

O Executivo prevê a locação de novos prédios para as unidades de Planaltina e Itapoã. O objetivo é que as estruturas sejam adequadas à realidade da demanda das regiões administrativas. Além disso, há a previsão de implantação de postos de atendimento no Sol Nascente/Pôr do Sol e em Arapoanga.

Serviços diversos

Atualmente, a capital federal conta com 14 postos de atendimento credenciados junto ao Ministério do Trabalho e Emprego, funcionando de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, sem interrupção.

Todas as unidades ofertam cadastro para curso de qualificação profissional, entrada no seguro-desemprego, orientação para o acesso à carteira de trabalho digital e intermediação de mão de obra. Os locais também fazem atendimentos para inscrição nos programas de qualificação da pasta, a exemplo do RenovaDF e do QualificaDF, e também de acesso a microcrédito.

Mais de 187 mil atendimentos foram feitos entre janeiro e novembro deste ano a trabalhadores em busca de emprego

Ao todo, mais de 187 mil atendimentos foram feitos entre janeiro e novembro deste ano a trabalhadores em busca de emprego e também a quem deixou o posto de trabalho e necessitava de orientação sobre benefícios.

Para saber o endereço de cada unidade, basta acessar este link. Para quem está à procura de um emprego, a Agência Brasília divulga, de segunda a sexta-feira, as vagas disponibilizadas pelas empresas.

Últimas Notícias