Fale com o Governo Ações em Destaques

8/12/23 às 12:03

Por meio de mutirão, GDF oferece apoio à população em situação de rua

Sexta edição do PopRuaJud reuniu diversos serviços públicos em um só espaço, no Parque da Cidade, para facilitar o atendimento 

Agência Brasília* | Edição: Chico Neto

Atendimento socioassistencial, emissão da Carteira do Idoso, de taxa de isenção de RG, de declaração de hipossuficiência, inscrição e atualização do Cadastro Único foram alguns dos serviços realizados nesta quinta-feira (7) pela equipe da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes-DF) na sexta edição do Mutirão de Atendimento às Pessoas em Situação de Rua (PopRuaJud). O evento foi realizado no Pavilhão de Exposições do Parque da Cidade.

Representantes das equipes do GDF (ao centro, a vice-governadora Celina Leão) estiveram no mutirão PopRuaJud, que reuniu no mesmo local estandes de atendimento para oferta de serviços públicos gratuitos à população | Foto: Renato Raphael/Sedes

O mutirão PopRuaJud reuniu estandes de atendimento de diversos órgãos para oferta de serviços públicos gratuitos, como emissão de documentos – registro civil, CPF, título de eleitor, Nada Consta, Carteira de Trabalho digital -, consulta processual e redução a termo de demandas e conciliações, cadastros nos sistemas de assistência e benefícios do governo federal, atendimentos relacionados a benefícios sociais e FGTS e serviços médicos, odontológicos e de beleza, entre outros.

Além das orientações sobre direitos, que já são oferecidas diariamente pelas equipes de duas unidades do Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro Pop), a Sedes registrou 120 atendimentos relacionados a Cadastro Único, 73 declarações de endereço e encaminhamentos para acolhimento institucional, para Defensoria Pública e para atendimento de saúde pelo Consultório na Rua.

Trabalho conjunto

“É uma ação grandiosa que garante a cidadania para a população em situação de rua” Renata Marinho, secretária adjunta de Desenvolvimento Social

A secretaria também forneceu dois mil almoços e lanches, além de dar suporte para divulgar e ser ponto de apoio para as famílias em situação de rua terem acesso ao transporte que as levou até o mutirão. Os ônibus que saíram dos centros Pop foram fornecidos pela Secretaria de Transporte e Mobilidade (Semob). 

A iniciativa é um trabalho conjunto que, além da Sedes, envolveu o Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) e a Justiça Federal (Seção Judiciária do DF), com apoio das defensorias públicas da União e do Distrito Federal, da Secretaria de Saúde (SES-DF), da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), da Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb), do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) e vários órgãos do Judiciário e Executivo do Governo do Distrito Federal (GDF).

“É uma ação grandiosa que garante a cidadania para a população em situação de rua”, declarou a secretária adjunta de Desenvolvimento Social, Renata Marinho. “Nós estamos aqui mais uma vez em parceria com o Poder Judiciário, para realizar esse evento, onde conseguimos trazer de forma facilitada para esse público vários serviços gratuitos, evitando a necessidade de eles se deslocarem para cada um desses órgãos para receberem atendimento”.

PopRuaJud

Nesta sexta edição, o diferencial foi a oferta de atendimento para animais e espaço para as crianças. “Trouxemos alguns serviços extras em razão da demanda deles”, disse a juíza do TJDFT Luciana Yuki, que participou da organização do movimento.

“À medida que vamos realizando mutirões, nós recebemos retorno dos usuários para agregar mais serviços”, reforçou a juíza. “Nós temos essas percepções deles do que deve ser trazido ou não e das dificuldades do dia a dia, como a de ir até a Justiça Eleitoral, ou de ir até a Polícia Civil tirar Carteira de Identidade, conseguir Certidão de Nascimento, conciliação previdenciária.”

*Com informações da Sedes

Últimas Notícias