notas oficiais e pronunciamentos

11/11/17 16:52
Atualizado em 17/11/17 às 20:00

Pronunciamento: participação no Projeto Mulheres Inspiradoras – A Vez e a Voz da Mulher Contemporânea, no CEF 15 do Gama

Rodrigo Rollemberg, governador de Brasília

Como é bom ver essa escola cheia, uma escola feliz, onde a gente percebe a alegria dos alunos, dos pais, dos professores, dos servidores. Eu fiquei muito feliz quando entreguei o Prêmio de Gestão Escolar a esta escola! Eu sei que um prêmio desses não se conquista sozinho. Isso é fruto de um trabalho coletivo, de um trabalho consistente, insistente, permanente e diário de muita gente. Portanto, eu quero parabenizar toda a comunidade escolar.

Quando eu conheci o Projeto Mulheres Inspiradoras, por meio da professora Gina [Vieira], em um evento lá no Palácio do Buriti, eu fiquei muito feliz e eu disse que esse projeto precisava ser multiplicado para outras escolas. Nós estamos vivendo em um momento muito delicado da vida da nossa cidade, da vida do nosso País, por que não dizer na vida da humanidade? E nós precisamos difundir valores positivos na nossa sociedade. Valores como o amor, a solidariedade, como a amizade, como o respeito, como a tolerância. E quando a gente vê um projeto desse, que identifica mulheres, que pela sua trajetória de vida, pela sua trajetória de luta, inspiraram muita gente, inspiraram outras pessoas, nós devemos difundir isso. Porque precisamos de exemplos de pessoas que seguiram suas trajetórias e que servem de exemplos para que outras pessoas possam seguir trajetórias vitoriosas.

E nós vivemos, ainda, infelizmente, em um mundo de muita intolerância, de muita incompreensão e de muita desigualdade, e as mulheres ainda têm um tratamento diferenciado. Mulheres hoje que desempenham o mesmo trabalho que os homens têm uma remuneração menor. Até hoje, muitas famílias ainda acham que os trabalhos domésticos são responsabilidade exclusiva das mulheres. Muitas mulheres ainda fazem a dupla jornada de trabalho, trabalham fora e depois tem que chegar em casa e também trabalhar. Muita gente ainda acha que a responsabilidade pela educação dos filhos é apenas das mulheres. Portanto, essas mulheres, o reconhecimento dessas mulheres, a luta por um mundo mais justo, mais solidário, generoso, amoroso e que respeite as mulheres, não é apenas uma luta das mulheres. É uma luta de todos que querem construir uma sociedade solidária e generosa.

Portanto, Ana Elen [Diretora do CEF 15], vou dar um exemplo. O Júlio [Gregório] dizia quando eu cheguei aqui hoje quantos problemas esta escola viveu antes desta gestão. E o que uma gestão comprometida, o que uma liderança de uma direção, e quando eu digo direção não é apenas a diretora, mas a diretora, a vice-diretora, o corpo de professores, o corpo de servidores, a comunidade escolar, que tomou para si a responsabilidade de transformar esta escola e transformou. Fez com que esta escola fosse reconhecida como primeiro lugar do Prêmio de Gestão Escolar. Portanto, é com muita alegria, é com muita emoção, que hoje eu estou aqui para dizer também que estas mulheres que estão aqui também me inspiram a seguir uma jornada, que tem sido de muitos desafios, de muitas dificuldades, mas estou muito convencido que nós estamos avançando, e estou muito convencido de que se a gente tiver a capacidade de nos unirmos e fazermos juntos, nós vamos fazer mais, vamos fazer melhor e vamos fazer mais rápido. Grande abraço em cada uma e cada um de vocês!

Leia a matéria Estudantes do Gama apresentam trabalhos sobre equidade de gênero