12/1/20 17:51
Atualizado em 12/1/20 às 17:51

Fauna silvestre cresce nas representações por esculturas

Novas esculturas de animais silvestres continuam a chegar ao Park Way. Tamanduás, onças, lobos-guarás, jacarés, capivaras, tuiuiús e panteras já “povoam”, sob a forma de estátuas, a Quadra 28 do local, que recentemente ganhou mais uma moradora: uma escultura de raposa-do-cerrado.

Além da raposa, chegaram há pouco dois filhotes de pantera, que passaram a fazer companhia às espécies adultas (uma pantera-negra e uma onça-pintada), tudo isso em representação artística.  O artista Gil Marcelino, que possui um ateliê na Quadra 28, é quem tem comandado a iniciativa de levar ao Park Way as esculturas.