Notícias

18/6/12 13:03

Vacinação contra a poliomielite alcança 69% da meta no DF

O Distrito Federal alcançou 69% da meta para a vacinação contra a poliomielite este ano, já no primeiro dia da campanha. Foram vacinadas 139.368 crianças, nesse sábado (16), das 191.978  mil previstas (95% da população alvo) em toda a campanha que termina dia 6 de julho. A média nacional no primeiro dia foi de 53,68% de cobertura, com 7.595.208 crianças vacinadas no sábado. Todas as crianças menores de cinco anos devem ser vacinadas. O alerta é da diretora de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde, Sônia Geraldes. “A vacina oral leva à proteção coletiva e é muito importante que os pais compareçam aos postos para imunizar seus filhos”, ressalta.

A abertura oficial da campanha ocorreu na manhã desse sábado, no Centro de Saúde 8, na 514/515 da Asa Sul. No total, 309 postos distribuídos em centros de saúde, hospitais, escolas, igrejas, shoppings e supermercados, funcionaram das 8h às 17h. Foram mobilizadas 2.567 pessoas e 148 veículos. Agora, após o Dia de Mobilização Nacional (Dia “D”), os pais ou responsáveis devem procurar as salas de vacinação dos centros de saúde. Foram distribuídas 303.200 doses da vacina oral contra a pólio. Este é o 33º ano de campanhas nacionais de vacinação contra a poliomielite, e o 23º ano sem a doença no país. O último caso de poliomielite em Brasília foi em 1987.

O objetivo da campanha, de acordo com a diretora de Vigilância Epidemiológica, é manter o Brasil na condição de país certificado internacionalmente para a erradicação da poliomielite, estabelecendo proteção coletiva e a disseminação do vírus vacinal no meio ambiente.  “Os países livres da poliomielite precisam manter altas coberturas vacinais contra a paralisia infantil”, destaca a chefe do Núcleo de Imunizações da SES, Rosana Campos. Considera-se que ainda há risco de reintrodução do polivírus selvagem no Brasil, devido à possibilidade de importação de casos provenientes de países endêmicos ou pela ocorrência de surtos em países não endêmicos que possuem baixas coberturas vacinais. A doença encontra-se erradicada no país desde o início dos anos 90, em virtude do êxito da política de prevenção, vigilância e controle desenvolvida pelos três níveis do Sistema Único de Saúde.

Só não podem tomar a vacina, as crianças com infecções agudas com febre acima de 38º C; imunodepressão congênita ou adquirida (quimioterapia, Aids, drogas imunodepressoras etc.); história de alergia grave a algum componente da vacina. Em caso de dúvida procurar orientação do seu médico. A vacina oral contra a poliomielite é extremamente segura, sendo raras as reações associadas a sua administração.

Poliomielite – A poliomielite ou “paralisia infantil” é uma doença infectocontagiosa viral aguda, caracterizada por quadro de paralisia flácida, de início súbito. O déficit motor instala-se subitamente e a evolução desta manifestação, frequentemente, não ultrapassa três dias. Acomete em geral os membros inferiores, de forma assimétrica, tendo como principais características a flacidez muscular.  

Cobertura vacinal de rotina contra Poliomielite:

2008 – 97%

2009 – 99,7%

2010 – 94,4%

2011 – 95,9%

18/6/12 11:45

Renovação de matrículas das escolinhas começa amanhã

Começa nesta terça-feira (19) a renovação de matrículas das Escolinhas para o segundo semestre de 2012. Para fazer a renovação, é preciso apresentar a carteirinha de frequência com a autorização do professor, comprovante de pagamento da taxa semestral e atestado médico. Quem aprende tênis precisa entregar ainda 12 bolinhas. Para quem pretende continuar na mesma turma, o prazo da renovação é entre os dias 19 e 22 de junho. O aluno que quiser trocar de horário, deve fazer sua solicitação entre os dias 26 e 29. No entanto,  quem mudar de turma garante só a vaga da modalidade. O novo horário escolhido vai depender da disponibilidade de vaga. São isentos da taxa semestral os alunos da rede pública de eduçação do Distrito Federal até o ensino médio, pessoas com deficiência, integrantes de equipes da Secretaria (6 a 17 anos), idosos com mais de 60 anos e hipossuficientes (sem renda). O valor de R$ 60 é para criança de 6 a 17 anos. Para adulto (acima de 18 anos), o valor é de R$ 80.

17/6/12 16:56

Samu treina 70 novos condutores

 O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu/DF/192)  promove a partir de segunda-feira (18), até o dia 13 de julho, o curso de capacitação de novos condutores. O  principal foco do treinamento dos 70 motoristas será a direção segura e defensiva. O curso será dividido em aulas teóricas e práticas. A primeira começará a ser ministrada na segunda-feira, às 8h, na rede de Frio (Parque de Apoio da Secretaria de Saúde) no Setor de Indústrias e prosseguirá diariamente até às 18h. A parte prática do treinamento, também de 8 às 18h, ocorrerá no Autódromo de Brasília ou no estacionamento público da quadra 119/121, em Samambaia.

Após essa fase, os condutores estarão em trabalho nas ruas, para um estágio supervisionado de 36 horas. Somente depois do estágio, eles começarão a conduzir oficialmente as unidades básicas ou avançadas de socorro. Segundo a coordenadora substituta do Núcleo de Educação Permanente do Samu, Sandra Nazaré Costa Monteiro, o objetivo do treinamento é “motivar os condutores e mostrar que eles são fundamentais para o trabalho de resgate e para a equipe”.

Segundo ela, após o treinamento, o motorista passa a ser condutor socorrista, estando apto, inclusive, a atuar como apoio das equipes formadas por médicos e técnicos e enfermagem. A Reanimação cardio-vascular, remoção de vítima de trauma e primeiros-socorros serão alguns dos temas abordados durante o curso, com 100 horas-aula. Uma vez aptos, os condutores trabalharão ligados aos sete  núcleos do Samu-192 que funcionam em bases próximas às Regionais de Saúde.

17/6/12 11:24

Administração de Brasília muda horário de atendimento

A partir da segunda-feira, 18 de junho, o horário de funcionamento da Administração de Brasília para o público passa a ser de 8 até 18 horas sem intervalo. O administrador Messias de Souza fez um remanejamento de pessoal e determinou que  a área de atendimento fique aberta no horário de almoço, de 12h às14h, atendendo pedidos de pessoas que só tem tempo para resolver seus negócios exatamente no intervalo. A decisão aconteceu após reunião do administrador com os servidores da área de licenciamento de atividades econômicas. O diretor da área, Luciano Lucas disse que o atendimento ao público era um pedido da população. “Nós existimos para atender e responder com qualidade as exigências da comunidade”, afirmou Messias de Souza.