5/9/17 13:33
Atualizado em 6/9/17 às 19:53

Criança Candanga é apresentado a países ibero-americanos em La Paz

Evolução na prioridade à infância e à adolescência no DF foi um dos resultados do programa mostrados no encontro, que termina nesta terça (5) na cidade boliviana

Diferentemente do informado anteriormente, a capital constitucional da Bolívia é Sucre, e não La Paz. Esta é a sede dos Poderes Executivo e Legislativo.

O programa do governo de Brasília Criança Candanga foi apresentado aos representantes dos países Ibero-Americanos presentes na 6ª Reunião do Comitê Setorial da Infância da União de Cidades Capitais Ibero-Americanas (UCCI), em La Paz, na Bolívia.

Com o tema Cidades que trabalham para o cuidado com a primeira infância, o encontro começou ontem e termina nesta terça-feira (5). Barcelona, Bogotá, Buenos Aires, Lisboa e Madri são algumas das cidades participantes.

Brasília faz parte da UCCI desde 1985. A organização internacional não governamental e sem fins lucrativos foi criada em 1982 para garantir relações pacíficas e de desenvolvimento mútuo entre os países ibero-americanos. Desde 1989, ela é membro consultivo do Conselho Econômico e Social da Organização das Nações Unidas (ONU).

O Centro 18 de Maio e a ampliação do atendimento a crianças de 3 a 4 anos em creches foram algumas das principais ações mostradas pelo secretário de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude, Aurélio Araújo. Ele reforçou as ações intersetoriais promovidas pelo Criança Candanga e expôs dados de evolução na prioridade à infância e à adolescência no Distrito Federal.

O centro, que funciona na 307 Sul, foi inaugurado em 25 de outubro de 2016, no local onde existia um posto comunitário da Polícia Militar. Nele, estão concentradas as várias instâncias de acompanhamento das crianças e adolescentes, como registro de relato de abusos e atendimento psicossocial.

O que é o programa Criança Candanga

O Criança Candanga foi criado em 6 de abril com a assinatura do Decreto Distrital nº 38.118, de 2017 pelo governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg.

O portal do programa tem, entre outras, informações sobre as iniciativas que estão em curso e um mapa georreferenciado de serviços especializados ofertados à população, como conselhos tutelares, escolas e centros de atendimento assistencial por região administrativa.