13/12/17 10:25
Atualizado em 13/12/17 às 20:32

Centro especializado em diabetes, obesidade e hipertensão é inaugurado na Asa Norte

Unidade fica na 208/408 Norte e atende pacientes encaminhados pela atenção primária à saúde da rede pública do DF. Rollemberg participou da cerimônia nesta quarta-feira (13)

Especializado em pacientes com problemas crônicos, o Centro Especializado em Diabetes, Obesidade e Hipertensão (Cedoh) foi oficialmente inaugurado nesta quarta-feira (13) pelo governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg.

Centro especializado em diabetes, obesidade e hipertensão fica na 208/408 Norte e atende pacientes encaminhados pela atenção primária à saúde da rede pública do DF. Governador Rollemberg participou da cerimônia nesta quarta-feira (13).
Centro especializado em diabetes, obesidade e hipertensão fica na 208/408 Norte e atende pacientes encaminhados pela atenção primária à saúde da rede pública do DF. Governador Rollemberg participou da cerimônia nesta quarta-feira (13). Foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília

A unidade de atenção secundária à saúde fica na 208/408 Norte, atende pacientes encaminhados pela atenção primária à saúde e funcionava de maneira experimental desde agosto deste ano.

“Este centro cumpre um dos preceitos da saúde, que é a organização. A atenção primária identifica o problema, resolve quando é possível e encaminha os casos mais específicos para a atenção secundária”, descreveu Rollemberg.

Entre os serviços estão atividades ambulatoriais em atendimentos individuais ou em grupos, programas de educação, curativos de pequeno e médio portes em extremidades e reabilitação de pacientes amputados.

“A atenção primária identifica o problema, resolve quando é possível e encaminha os casos mais específicos para a atenção secundária”Rodrigo Rollemberg, governador de Brasília

Há, ainda, orientação para a prática de atividade física, controle do ambiente, avaliação cognitiva e atividades lúdicas.

A equipe é multiprofissional, formada por médicos, enfermeiros, nutricionistas, psicólogos, fisioterapeuta, terapeuta ocupacional e assistente social.

“O nível secundário é onde estão as especialidades, que não servem somente para atender os pacientes mais graves, mas também para organizar e dar maior resolubilidade à atenção primária”, destacou o secretário de Saúde, Humberto Fonseca.

De acordo com a gerente da unidade, Eliziane Leite, o centro tem capacidade para 1,3 mil atendimentos por mês — número que será ampliado para até 3 mil quando for houver mais profissionais.

O centro funciona de segunda a sexta-feira, das 8 horas ao meio-dia e das 13 às 18 horas.

Mudanças na Lei de Diretrizes Orçamentárias

Sobre a contratação de mais médicos para a rede pública, o governador falou da expectativa pela aprovação de mudanças na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) do ano fiscal de 2017 propostas pelo Executivo local à Câmara Legislativa.

“Com a modificação, vamos conseguir contratar 170 médicos, que ajudarão a melhorar especialmente o Samu [Serviço de Atendimento Móvel de Urgência] e a atenção primária”, destacou Rollemberg.

Com a saída do governo local do limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal, o Executivo não precisa mais se ater às restrições impostas pela LRF quando a despesa com pessoal está elevada — limitar novas nomeações à substituição de vacâncias por aposentadoria ou morte nas áreas de saúde, segurança e educação.

A LDO aprovada pela Câmara Legislativa contemplava a restrição da Lei de Responsabilidade Fiscal. Com o reenquadramento das contas do DF nos limites permitidos, o governo pode voltar a contratar, mas é necessário alterar a Lei de Diretrizes Orçamentárias para os novos limites.

Rollemberg também destacou outras ações voltadas à melhoria da saúde pública no Distrito Federal, como a prioridade na reabertura de leitos hospitalares no primeiro semestre do próximo ano, a implementação do Instituto Hospital de Base e a inauguração da nova ala do Hospital da Criança de Brasília José Alencar.

“Sabemos que na saúde estão os nossos grandes desafios, mas tenho certeza que vamos ter um 2018 muito melhor do que esses últimos três anos”, disse.

Leia o pronunciamento do governador Rodrigo Rollemberg durante a inauguração do Centro Especializado em Diabetes, Obesidade e Hipertensão.

Edição: Paula Oliveira

Galeria de Fotos

Centro especializado em diabetes, obesidade e hipertensão é inaugurado na Asa Norte